[ERRATA] Comércios do Nordeste poderão funcionar entre 10h e 16h; Santa Cruz continua fechado por mais 7 dias.

A Prefeitura vai implementar um novo modelo de medidas restritivas regionalizadas para conter a disseminação do coronavírus no Nordeste de Amaralina e, ao mesmo tempo, reabrir as atividades comerciais, suspensas há seis semanas. As medidas, bem como as ações de proteção à vida, foram prorrogadas por mais sete dias na localidade, mas os estabelecimentos poderão reabrir das 10h às 16h. O anúncio foi feito pelo prefeito ACM Neto na manhã de hoje (21), durante inauguração da nova Rua Cônego Pereira.

Neto afirmou, ainda, que vai intensificar a partir de hoje à noite as ações para coibir paredões e festas, com a ajuda da Polícia Militar.

O prefeito destacou que, por conta do alto índice de casos de Covid-19 registrados, o Nordeste de Amaralina passou por seis semanas com a abertura de comércio restrito apenas a estabelecimentos considerados essenciais. Dos 7.508 testes rápidos realizados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) no local, 2.510 deram positivos nesse período. “Vamos acompanhar essas novas condições na localidade, restringindo o horário do comércio a seis horas por dia. Mas, se for preciso, iremos fechar tudo de novo”, afirmou ACM Neto.

Vale reforçar que as regras de funcionamento das atividades comerciais no Nordeste deverão seguir o que é determinado pelos protocolos gerais e setoriais. Por exemplo, bares e restaurantes continuarão abrindo a partir de meio-dia. Só que, ao invés de encerrar o expediente às 23h, esses espaços terão que fechar às 16h.

O prefeito também anunciou a prorrogação das medidas restritivas, pelo prazo de mais sete dias, em Pernambués, São Cristóvão e Santa Cruz, e reinclusão do bairro de Plataforma na lista. A partir de hoje (21), as operações serão encerradas em Mata Escura e Pirajá.

COMPARTILHAR
Tiago Queiroz
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU