Técnica em enfermagem desaparece no Nordeste de Amaralina

Rosa Cristina dos Santos, 48 anos, sumiu dia 19 de julho

Por Correio

No dia 19 de julho, a técnica de enfermagem Rosa Cristina dos Santos,48, avisou à família que iria comprar algo e voltaria em seguida. A promessa nunca foi cumprida e, desde então, os quatro irmãos e o pai procuram por ela, que tem um quadro de depressão e bipolaridade.

De acordo com a irmão de Rosa, Eliene dos Santos, o quadro de saúde da irmã piorou muito desde a morte da mãe, há dois anos, e piorou nesse período de pandemia, quando a auxiliar foi dispensada das atividades que exercia em um hospital de Salvador após algumas crises no ambiente de trabalho.

Foto: Reprodução

“Depois disso, ela passou a ficar todo o tempo no quarto, esquecia de tudo, deixava panela no fogo. Para qualquer coisa, para tudo que ela precisava, sempre me chamava”, conta Eliene, que admite que, nesse período, a irmã deixou de tomar a medicação regularmente, alegando sentir mal estar após estar medicada.

Um dia antes do desaparecimento, Rosa havia sido levada contra à vontade para um atendimento no Hospital Juliano Moreira, especializado em transtornos psiquiátricos. Segundo a irmã, ela não ficou internada porque não havia vaga e, no retorno para casa, prometeu revidar o comportamento dos irmãos. “Estamos desesperados e pedimos à qualquer pessoa que possa informar o paradeiro dela que entre em contato”, apelou. 

Eliene conta que Rosa não mantinha relações de amizade, confiava em poucas pessoas e nem mesmo possuía um relacionamento amoroso que justificasse uma possível fuga. “Esse silencio e a falta de informação sobre o paradeiro da nossa irmã nos agustiam”, finaliza.

O caso foi registrado no Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). Quem souber qualquer informação que possa ajudar a família pode ligar para o DHPP através dos telefones:  71 3116000/0357

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.