[Talento NES] Moradora do Nordeste ensina artesanato através do YouTube

Cleide Oliveira é moradora do Nordeste de Amaralina, formada em Letras com especialização em Educação Inclusiva e Psicopedagogia Clínica e Institucional e nesta quarentena, resolveu utilizar seu tempo para ensinar e ajudar pessoas a empreenderem através do artesanato.

Cleide já tinha prática no artesanato por conta do seu trabalho como educadora, mas com a pandemia, passou a ensinar outras pessoas através do seu canal no YouTube ” Papoearte com Kêu Oliveira ”, como ela mesma explica:

” Trabalho com educação e amo manualidades. Comecei a trabalhar com artes para o meu trabalho, com a confecção de brinquedos educativos e lembrancinhas para os meus alunos, depois comecei a vender algumas peças para amigos. E nessa busca por aprender gosto de ensinar, pensei que algumas mulheres encontram-se desempregadas e sem perspectivas nesse momento e fazer artesanato pode ser uma fonte de renda legal. Então fiquei ensaiando para criar um canal e ajudar algumas pessoas, minha cunhada que mora fora do país também queria aprender algumas artes, e então resolvi que era o momento. Só me levantei e lembrei de tudo que minha madrasta me ensinou tão generosamente, pensei nas pessoas que muitas vezes por vergonha ou falta de incentivo não fazem nada para mudar sua realidade. Esse período nos leva a pensar mais no próximo, então resolvi continuar com o canal ensinando minha arte, dicas de economias em casa e batendo um papo legal para ajudar as pessoas a se entenderem e se amarem e ajuda-las a saberem que há espaço para elas onde elas quiserem, se quiserem. ”, explica.

Seu canal no YouTube existe há poucos meses e possui pouco mais de 200 inscritos. Cleide segue dando dicas também em seu instagram @keuoliveira1, reforçando a importância de descobrir e desenvolver as habilidades manuais existentes em cada um. ” Percebi com experiência e contato com pessoas desempregadas que muitas pessoas não precisam necessariamente de um emprego, mas sim, colocarem suas habilidades para funcionar a seu favor. Conheço pessoas que depois de um bom papo que tivemos, deixou seu emprego fixo e hoje ganha bem mais que quando estava empregado. Claro, não estou fazendo apologia ao desemprego ou ao emprego informal, mas às possibilidades de progresso utilizando as habilidades próprias a seu favor” afirma Cleide..

Cleide também realiza um trabalho como especialista de autossuficiência, vinculado a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias, onde ajuda pessoas a se tornarem autossuficientes financeiramente e profissionalmente, oferecendo cursos gratuitos para um melhor desempenho na vida profissional.

COMPARTILHAR
Lais Lopes
Estudante de Jornalismo, ativista de todas as causas, amante da literatura, escritora e poetisa, cristã, lutando como uma garota e sempre em busca do conhecimento!