Secretário de Saúde rebate denúncia sobre falta de máscara em unidades de saúde

Foto: Luiz Felipe Fernandez/bahia.ba

O secretário municipal de Saúde, Leo Prates, rebateu a denúncia, veiculada em reportagem do Nordesteusou (NES), sobre a falta de máscara em unidade de saúde capital, entre as quais o Multicentro do Vale das Pedrinhas.

Prates esclareceu que há um problema empresa “Believe” , reponsável pelo fornecimento do material para a rede municipal, e que a mesma será notificada junto ao Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério da Saúde por não entregar quatro mil máscaras licitadas pela Secretaria de Saúde de Salvador.

“Em dezembro, quando surgiram os primeiros casos fora da China, o prefeito determinou que a gente tomasse todas as providências. Logo a gente trouxe a questão do álcool gel e a compra das máscaras para os profissionais. Porque você pode ver que no mundo uma parte dos profissionais de saúde estão ficando doentes. A gente não pode permitir que nossos profissionais fiquem doentes”, ressaltou o secretário.

“Então, a gente contratou uma empresa chamada “Believe” para o fornecimento de quatro mil máscaras. Essa semana, nós precisamos, e a empresa disse que não tem condições de nos entregar. Não quero fazer nenhum tipo de acusação, mas até por obrigação funcional, eu vou notificar o Ministério Público Federal e o Ministério da Saúde”, completou.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.