Salvador terá 18 pontos com queima de fogos na virada do ano; confira

Uma novidade do Réveillon deste ano é a redução em 95% da emissão sonora dos artefatos

Na Boca do Rio, serão 15 minutos na queima dos fogos (Divulgação )

O que seria da virada do ano sem a queima de fogos de artifício? As luzes e explosões no céu marcam o exato momento da passagem para o novo ano e, em qualquer lugar, é sempre um privilégio acompanhar esse show pirotécnico. Quem ficar em Salvador terá a chance de escolher entre 18 pontos na cidade para assistir a queima dos fogos que, juntas, somarão mais de três horas de explosões.

Na maior delas, que acontecerá na Boca do Rio, espaço que recebe o Festival da Virada Salvador, serão dois pontos de queima em um show simultâneo de 15 minutos. Para assistir melhor a apresentação, anota aí os locais exatos: um dos postos ficará na praia, na direção da antiga sede de praia do Esporte Clube Bahia e próximo a Vila dos Pescadores. Já o outro, ficará em um ponto um pouco mais alto, visualmente entre a roda-gigante e o novo Centro de Convenções. 

Outros pontos turísticos na orla da cidade também receberão o momento pirotécnico como a Barra, que terá a queima atrás do Farol. No Rio Vermelho, o público pode se concentrar em frente ao antigo Mercado do Peixe e, ali perto, outro show acontece na praia de Amaralina. Na cidade baixa, Ribeira e Boa Viagem também receberão o show de luzes na virada. No primeiro, os fogos poderão ser vistos na praia da Avenida Beira Mar. No segundo, as pessoas poderão acompanhar da praia e do pier no Largo da Boa Viagem.

Novidades
Segundo Ricardo Ferreira, técnico em queimas e sócio da Cielo Pirotecnia, empresa responsável pela queima dos fogos na cidade, este ano, o show traz alguns elementos inéditos. Além das 28 toneladas de fogos apenas na Arena Daniela Mercury (Boca do Rio), outra novidade do Réveillon deste ano é a redução em 95% da emissão sonora dos artefatos. Ainda de acordo com o técnico, os fogos da Boca do Rio serão acionados através de um software por satélite. Os outros, serão acionados manualmente. 

Ricardo contou que o show está baseado muito mais nas luzes e cores. Ele explicou que os ruídos emitidos vêm das reações dos produtos químicos que compõem os foguetes e não podem ser controlados. A cada 14 segundos haverá a troca dos efeitos visuais, resultando em até 64 trocas de imagens com formatos de coração, palmeiras e carinhas com sorriso. Além disso, os efeitos também serão vistos em 3D.

O posto atrás da Vila dos Pescadores contará com morteiros de maior alcance que chegarão até 450m de altura e 220m em diâmetro. As duas mil cores também poderão ser vistas por toda a extensão da orla, no sentido Itapuã. Lá, assim como nos demais pontos da cidade, o show será um pouco menor e contará com 900kg de fogos queimados, em média, por dez minutos.

“O show pirotécnico de Salvador começou a ser desenhado no final de fevereiro, onde buscamos as tendências de cores e efeitos na importação e fabricação de efeitos exclusivos. Nenhum outro Réveillon do Brasil terá efeitos iguais”, afirmou Ricardo. Ele também contou que parte dos fogos foram importados da China e Alemanha. 

Festa em casa
Para quem não gosta de multidão, vale fazer sua comemoração com os amigos e família em casa. Mas, é preciso tomar alguns cuidados, principalmente, com os fogos. Vale lembrar que é preciso comprar os artefatos em locais autorizados. São esse fogos que passam pelo processo de avaliação e autorização para serem comercializados. Além disso, é preciso checar com cuidado as especificações na embalagem que informam a duração da queima e o alcance dos foguetes. Ricardo deu algumas dicas para aqueles que vão se aventurar a fazer seu próprio show pirotécnico:

  • Certificar que o local de lançamento seja aberto e longe de estruturas como casas, prédios, postes com fiação elétrica e postos de gasolina;
  • Não soltar fogos nas proximidades de hospitais e outros ambientes que requerem silêncio;
  • Manter uma distância mínima de 20 a 30 metros do local de lançamento;
  • Respeitar espaços com idosos e animais, que são mais sensíveis aos possíveis ruídos das explosões;
  • Não estar de forma alguma sob efeito de bebidas alcoólicas.
     

Confira os locais com queima de fogos em Salvador:

  • Barra: atrás do Farol da Barra;
  • Rio Vermelho: praia em frente ao Mercado do Peixe;
  • Amaralina: praia de Amaralina;
  • Jardim de Alah: praia em frente ao Hotel Atlântico (após o estacionamento);
  • Patamares: praia atrás do Espaço Patamares;
  • Itapuã: praia da Sereia (atrás da colônia de pescadores);
  • Cajazeiras X: campo de futebol de Cajazeiras X;
  • Periperi: praia atrás da sede do bloco Araketu;
  • Paripe: rua Eduardo Dotto (Tubarão), sobre as pedras;
  • Ribeira: praia Av. Beira Mar;
  • Boa Viagem: praia e píer (Largo da Boa Viagem);
  • Santo Antônio Além do Carmo: fundo da praça do Largo do Santo Antônio;
  • Boca do Rio: na praia, na direção da antiga sede de praia do Esporte Clube Bahia, próximo à Vila dos Pescadores; e entre a roda-gigante e o novo Centro de Convenções; 
  • Praia de Paramana (Ilha dos Frades): píer de atracação;
  • Praia Grande (Ilha de Maré): ponto fixo nas pedras;
  • Centro (Ilha de Maré): ponto fixo nas pedras; 
  • Bananeiras (Ilha de Maré): ponto fixo nas pedras;
  • Ilha de Bom Jesus dos Passos: píer de atracação.
COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.