‘Prefeitos e governadores estão salvando o país’, diz ACM Neto em crítica a Bolsonaro

Para prefeito, ações evitaram genocídio no Brasil

(Valter Pontes/Secom)

O prefeito ACM Neto fez críticas à postura do Presidente da República, Jair Bolsonaro, que solicitou nesta quinta-feira (7) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a reabertura do comércio no país.

Durante entrevista coletiva ao lado do governador da Bahia, Rui Costa, o gestor municipal se mostrou contrário à decisão e classificou a atitude como “jogo de cena”.

“Essa ida dele ao Supremo é mais um jogo de cena, porque o STF já decidiu que os estados e municípios têm autonomia para deliberar sobre as medidas de isolamento e restrição. É lamentavel querer estimular esse debate, que coloca de um lado a economia e do outro a saúde pública. Lamentável”, opinou.

Neto disse ainda que, se não fossem as medidas adotadas pelos prefeitos e governadores, a população assistiria a um genocídio no Brasil. “Não temos dois caminhos, opções. Se não fossem as ações de prefeitos e governadores do brasil, já teríamos vivenciado um genocídio no país. Seríamos a primeira nação do mundo em número de óbitos, essa é a vedade, não adianta a gente esconder. Quem está salvando o país são os prefeitos e governadores”, completou.

O gestor municipal criticou ainda a irresponsabilidade dos discursos de Bolsonaro e disse que, optar pela preservação de vidas não significa tratar a economia com descaso. “Não sou insensível ao desemprego, à saúde das empresas no Brasil, não sou insensível às pessoas mais pobres, foi isso que a prefeitura desenhou de amplo apoio social aos mais pobres”, completou.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.