Perigo de desabamento causa pânico em moradora do Areal; advogado cobra solução

Todo ano e a mesma coisa: a chegada da época de chuvas acaba por expor os diversos problemas de infraestrutura existentes na comunidade. A falta de saneamento básico, problemas na rede de esgoto e o eminente perigo de desabamento dos barracos e encostas rondam por toda a comunidade do Nordeste de Amaralina.

Esse é o caso de dona Angélia, moradora da Rua José Rodrigues de Oliveira, no Areal. A senhora, que reside próximo ao campo de futebol, vive um drama a cada temporal. O medo que a encosta acabe cedendo vem tirando o sono da mulher, que mora no local há 58 anos. A equipe do Nordesteusou foi ao local e atestou o iminente perigo de desabamento.

O advogado Rodrigo Coelho, um dos integrantes da comitiva do NES ao local, cobrou uma solução do poder publico: “É inaceitável que se gaste tanto com o embelezamento da cidade e esqueçam de cuidar do nosso povo , da favela. A situação é de perigo e precisa ser atendida o quanto antes. Vamos buscar os poderes públicos para poder atender a solicitação destas famílias . Por isso que tanto nos falta um representante que esteja próximo da nossa gente e não apareça aqui apenas de 4 em 4 anos”.

Ver fotos:

COMPARTILHAR
Tiago Queiroz
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU