Novembro Negro da Bahia: Vozes Negras Mudam o Mundo

Foto: Divulgação

A Bahia celebra o Novembro Negro 2020, calendário emblemático de lutas e mobilizações pela afirmação do povo negro, combate ao racismo, à intolerância religiosa e garantia dos direitos. Ao longo de todo o mês um conjunto de organizações da sociedade civil e o Governo do Estado, através da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e outros órgãos estaduais, realiza e apoia diversas atividades, cujo ponto alto é o 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra.

As mobilizações deste ano ganham novos formatos, acontecendo por meio das redes sociais, em virtude do contexto da pandemia mundial de Covid-19, realidade que exige esforço conjunto entre movimentos sociais e instituições. O Novembro Negro, no entanto, não perde sua importância política e simbólica, inclusive integrando a agenda estratégica da Década Internacional Afrodescendente na Bahia.

A instituição do dia 20 de novembro

O dia 20 de novembro foi instituído como o “Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra” em alusão ao líder negro Zumbi dos Palmares, falecido neste mesmo dia, em 1695. A medida tem como base legal a Lei Federal 12.519/11, em atendimento à demanda histórica do movimento negro no Brasil, que elegeu a figura de Zumbi como um símbolo da luta e resistência dos negros escravizados no país. Zumbi liderou o Quilombo dos Palmares (União dos Palmares, Alagoas), comunidade formada por pessoas escravizadas, fugidas das fazendas no Brasil colonial. O quilombo também foi palco da luta pela liberdade de culto religioso e prática da cultura africana.

Campanha publicitária Novembro Negro 2020

Ampliando a mensagem “Todas as vozes contra o racismo. Todas as leis contra os racistas”, a Sepromi desenvolve mais uma campanha de sensibilização e envolvimento da sociedade. Trata-se de uma campanha educativa, fazendo um chamado ao orgulho, à força, ao pertencimento e à valorização do protagonismo do povo negro no desenvolvimento do país, nas diversas áreas, destacando que a nossa gente segue lutando, produzindo ciência, inovando, construindo uma nova sociedade. O lema da campanha é “Atitudes / Vozes negras mudam o mundo. E a sua?”


Agendas organizadas pela Sepromi no Novembro Negro:

Lives Vozes Negras Mudam o Mundo

Live-Literatura “Escritas e vivências negras” – Quarta-feira, 11/11, às 16 horas.
Canal da Sepromi no Youtube (Youtube.com/SepromiBahia)

O evento será bate-papo sobre literatura negra entre Zulu Araújo (Diretor da Fundação Pedro Calmon) e a Escritora Carla Akotirene (feminista negra, autora da obra “O que é Interseccionalidade” que integra a Coleção Feminismos Plurais – coordenada pela filósofa Djamila Ribeiro.

Live-Show “Bahia, Estado África” – Sexta-feira, 20/11, às 18:30.
Canal da Sepromi no Youtube (Youtube.com/SepromiBahia)

Webinário “III Semana da Igualdade Racial Mestre Moa do Katendê” –  Segunda-feira, 23/11.
Canal da Sepromi no Youtube (Youtube.com/SepromiBahia)

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.