Nomes de pessoas que fraudaram o auxílio serão expostos na internet

Pessoas que usaram de forma indevida os dados de trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados para pegar o Auxílio Emergencial da Caixa, terão seus nomes divulgados na internet. 

Cerca de 620.299 pessoas foram identificadas com indícios de recebimento de forma fraudulenta, de acordo com Bruno Dantas, ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), pelo relatório de acompanhamento de dados relacionados às ações de combate à Covid-19. Vale lembrar que o Auxílio pode variar entre R$ 600,00 e R$ 1.200,00.  

A lista inclui políticos, empresário, servidores públicos, presos, militares, jovens de classe média e até pessoas que já morreram. Em outras situações, pessoas com rendas altas e recebimento de multíplos benefícios. Tem ainda aposentados da Justiça Federal, onde o salário chega a R$ 25 mil. 

Todos citados foram obrigados a devolverem os valores recebidos, mas apenas 12%, ou seja, 72.599 dessas pessoas devolveram os valores. 

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.