Morre, aos 94 anos, escritor Rubem Fonseca

Morreu no início da tarde no Rio de Janeiro um dos maiores escritores do Brasil, Rubem Fonseca. O escritor foi vítima de um infarto, nesta quarta-feira (15), em seu apartamento, no Leblon, Rio de Janeiro.

Sua filha, a escritora e roteirista Bia Corrêa do Lago, o levou para o hospital, mas os médicos náo conseguiram reanimá-lo.

Talvez o maior contista brasileiro da segunda metade do século XX, Rubem Fonseca é autor, entre outros, de “Feliz ano novo” (1976), “A coleira do cão” (1963), “O cobrador” (1979).Apesar da idade, Rubem Fonseca continuava a produzir em um ritmo raro. Somente nos últimos dez anos, lançou cinco livros: um romance (“José”, de 2011) e quatro de contos (“Axilas e outras histórias indecorosas”, “Amálgama”, “histórias curtas”, “Calibre” e o derradeiro, “Carne crua”, que chegou às livrarias há dois anos.

As informações são de O Globo.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.