Moradora do Nordeste de Amaralina faz sucesso com grife de roupas para bonecas

Fotos: Rosangela Santos/Arquivo pessoal

Rosangela Santos, 40, mais conhecida como Danda, é costureira há mais de dez anos e dona da grife Han&Mel. Motivada por um pedido da filha mais nova, a empreendedora decidiu transformar a confecção de roupas para bonecas em sua principal fonte de renda.

O sucesso das peças, desenvolvidas para as bonecas da filha, foram o ponto de partida para a abertura da loja virtual. De acordo com Rosangela, a marca possui as peças mais baratas do segmento, os preços variam entre R$ 5 e R$ 15. Por mês, o negócio produz cerca de 300 trajes para bonecas. “Um único cliente pega sempre mais de dez (roupas), porque já conhecem e gostam bastante da qualidade”, explica.

A costureira é responsável por todo o processo criativo das vestimentas, todas são desenvolvidas em sua própria casa. Rosangela conta que busca inspiração, principalmente, nas ruas e na televisão. “Vejo uma pessoa na rua com uma roupa, memorizo e faço. Não uso moldes, faço tudo ‘no olho’.”, afirma. Apesar de serem confeccionadas para brinquedos, ela garante que a maioria dos clientes são adultos e, geralmente, colecionadores. A grife existe há dois anos e homenageia as suas duas filhas, Hanna, de 20 anos, e Melissa, de 5 anos.

Pedidos realizados por clientes de Minas Gerais e Rio de Janeiro estão entre os mais recebidos pela loja. Encomendas para o exterior também fazem parte do roteiro de envios da grife. Diante das restrições impostas pelo cenário de pandemia, Rosangela afirma não ter sofrido nenhum impacto nas vendas. “Você sabe que o mundo das redes sociais não é fácil. Eu busco a todo tempo ter o meu trabalho reconhecido. Posso te dizer que, mesmo com essa pandemia, as minhas vendas melhoraram”, relata.

COMPARTILHAR
Gabriela Araújo
Estudante de jornalismo e criadora de conteúdo digital. Acredita na ressignificação das coisas como ponto de partida para a evolução coletiva e pessoal.