Lideranças ligadas à Prefeitura dormem no ponto e Nordeste de Amaralina não terá ponto de distribuição de cesta básica

A Prefeitura de Salvador iniciou nesta terça-feira (2), a distribuição das 22.712 cestas de alimentos. Para tanto, foram disponibilizados doze pontos de distribuição em diferentes regiões da cidade. Estranhamente, o Nordeste de Amaralina, um dos bairros mais populosos de Salvador, ficou de fora, sendo o ponto mais próximo situado na Pituba, mais precisamente no Parque da Cidade.


A ação, que é coordenada pela Secretaria de Prefeituras-Bairro, na pessoa de Luiz Galvão, conta ainda com o apoio da Secretaria de Ordem Pública (Semop), Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), Guarda Civil Municipal (GCM), Forças Armadas e Polícia Militar (PM-BA). Além da distribuição das cestas, as pessoas também recebem máscaras e podem acessar os serviços da Ouvidoria Geral do Município (OGM) e do Centro de Referência e Assistência Social (Cras), vinculado à Sempre.

Resta saber dos vereadores e lideranças ligadas à prefeito ACM Neto o porquê do “esquecimento”. Com a palavra Claudio Tinoco, Fabio da Matta, Carolino, Joceval Rodrigues, Suíca, José Trindade, Alexandre Aleluia, Sidininho, dentre outros…


Pontos de distribuição: Estádio Manoel Barradas (região de Pau da Lima); Parque da Cidade (região da Barra/Pituba); Escola Municipal Francisco de Assis (região de Valéria); Paróquia Senhor Bom Jesus dos Milagres (região do Centro/Brotas); Colégio da Polícia Militar-Ribeira (região da Cidade Baixa); Centro de Convenções de Salvador (região da Boca do Rio/Itapuã); Base da Guarda Civil Municipal (região da Liberdade/São Caetano); 19º BC (região de Cabula/Tancredo Neves); Escola Municipal Eduardo Campos e Mercado Municipal de Cajazeiras (região de Cajazeiras); Base Naval de Aratu e Unidade de Acolhimento Vila Fraternidade (região do Subúrbio/Ilhas).

COMPARTILHAR
Tiago Queiroz
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU