Grupo de amigos forma rede de solidariedade para ajudar moradores do Nordeste de Amaralina

Fotos: Rubem Reis/Arquivo Pessoal

Por Gabriela Araújo

Os efeitos gerados pela pandemia do novo coronavírus alteraram, obrigatoriamente, a rotina de milhões de pessoas ao redor do mundo. Trabalhadores perderam os seus empregos ou foram afastados das suas atividades. O desemprego, que já atingia níveis alarmantes no Brasil, foi acentuado. Diante do atual panorama social, estabelecido nos últimos meses, a formação de redes de solidariedade atua como uma das ferramentas capazes de amenizar alguns desses impactos e promover mobilizações em prol do outro.

Através de apelos nas redes sociais, Rubem Reis, idealizador do Instituto Rubem Reis, decidiu reunir um grupo de amigos para arrecadar alimentos e produtos de higiene para a população carente do complexo de bairros do Nordeste de Amaralina. “Sempre trabalhei com pessoas e sempre busquei fazer o máximo por elas. Um dia encontrei um grupo de amigos com a mesma visão e vocação que a minha e resolvemos somar forças e recursos. Assim surgiu o Grupo Juntos Somos Mais”, disse.

Segundo Rubem, o projeto existe há cerca de quatro anos e também realiza ações solidárias destinadas à pessoas em situação de rua e instituições filantrópicas. Em uma dessas ações, realizada no bairro da Santa Cruz, o grupo distribuiu cerca de 2.500 pães e 400 placas de ovos para a comunidade. “O objetivo do grupo é mostrar que quando queremos há sempre a possibilidade de fazer acontecer a política pública correta, sem politicagem, ajudar pessoas sem buscar interesses particulares”, explica.

De acordo com Eduardo Andrade, 28, um dos voluntários do grupo, o projeto se propõe a ajudar aqueles que, de alguma forma, são afetados pela falta de atenção do poder público. “É de grande valia, pois foi um meio que consegui para ajudar a comunidade que eu nasci. Nesse momento de pandemia, o poder público, que já não nos atende nos dias normais, nos deixa ainda mais ao ‘Deus dará’ e o Grupo Juntos Somos Mais me trouxe a oportunidade de doar um pouco para quem não tinha nada”, afirma.

Para contribuir com as doações, basta entrar em contato com o projeto através das páginas no Instagram: @grupojuntossomosmais ou @projetocantinhodasu. Serão aceitas doações de alimentos, produtos de higiene pessoal, hipoclorito de sódio, álcool em gel e máscaras de proteção individual.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.