Funcionário relata falta de água em Posto de Saúde do Nordeste; atendimentos estão suspensos na unidade

Após denúncias sobre um suposto surto de coronavírus, o Posto de Saúde Sabino Silva, no Nordeste de Amaralina, volta novamente de forma negativa aos holofotes. Dessa vez o problema está relacionado à falta de água. De acordo com um funcionário que preferiu manter sua identidade em sigilo, o problema estaria ligado à lavagem do tanque.

“Hoje, como acontece periodicamente lá no posto, aconteceria a lavagem do tanque de água. No dia anterior foi iniciado o processo de esvaziar o tanque, hoje quando fomos iniciar atendimento só tinha água em algumas salas, assim iniciamos atendimento nessas salas que ainda havia água e nas outras tivemos que suspender o atendimento”, diz a denúncia enviada ao NES.

Ainda segundo o colaborador, por volta de 9h30, quando a água da unidade acabou totalmente os atendimentos tiveram que ser suspensos à revelia pelos funcionários, mas a direção da unidade insistia que todos permanecessem apesar das “péssimas” condições de trabalhos.

“Suspendemos os atendimentos por entender a importância da higiene para prevenção de doenças e principalmente nesse cenário de covid-19 que estamos vivendo – lavar a mãos é essencial! Pedimos então uma posição do distrito/secretaria em relação a manter a gente na unidade sem atendimento nessas condições. E até agora as 15:00 não foi nos dada nenhuma resposta. Os banheiros estão insalubres, não tem água nenhuma, e continuam querendo que continuemos nessa situação. O risco de contaminação entre a gente é imenso numa situação dessa”, explicou o denunciante.

“Por fim, nos reunimos e decidimos ir embora por conta própria, prezando pela nossa saúde. Colocamos em ata para respaldo e fomos embora. Muito complicado passar por isso e não ter uma resposta do distrito/secretaria de saúde”, completou.

COMPARTILHAR
Tiago Queiroz
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU