Família de Marcus Vinícius arrecada doações para o pequeno Davi.

Na última sexta feita (24) o jovem Marcus Vinícios Cidreira de 21 anos, foi assassinado durante uma ação da polícia militar próximo a entrada do parque da cidade, após sair de casa para comprar pão e jogar o lixo fora. Marcus , que era músico e trabalhava como motoboy, deixou a mulher e o filho Davi, de apenas 1 mês. Consternados e preocupados, familiares de Marcus Vinicius decidiu fazer um apelo para arrecadar doações de fraldas, leite e produtos de higiene para o filho da vitima.

” Ele era motoboy e ganhava a diária, ele deixou um bebê de 1 mês. Nós arrecadamos o dinheiro pedindo ajuda para comprar o caixão. Foi um valor alto só pra enterrar. Quem puder ajudar com alguma coisa, um arroz, um feijão, uma fralda ou qualquer valor em dinheiro, pode entrar em contato. Qualquer doação é bem vinda. “, explica o irmão da vitima.

“Era um bom menino. O bebê dele só conseguiu dormir essa noite depois que a mãe o enrolou na camisa do pai. Quando eu vi o corpo eu tirei a camisa dele e tinha marcas de coturno, chutaram ele com os dois sacos de lixo que o mesmo estava na mão. Fizeram perversidades, outra guarnição que não tinha nada a ver que socorreu ele. Tem foto dele deitado no chão com as mãos na cabeça chamando por Deus, todo mundo viu. Fui na 28° ver a situação e disseram que acharam o corpo dele próximo a viatura, a televisão mostra o que o pessoal comenta, que na troca de tiros Marcus foi atingido por uma bala perdida. Só não enterramos ele ontem porque em outro B.O tem a informação de houve resistência a abordagem, mas no exame não consta nada “, completou um amigo do jovem.

O sepultamento de Marcus aconteceu neste domingo (26) no cemitério Quinta dos Lázaros, e foi marcado pela manifestação de motoboy amigos da vítima que se reuniram para a despedida.

O caso – Em sua versão a policia militar informou que a morte de Marcus foi causada por uma bala perdida após uma troca de tiros que aconteceu no local com outros quatro meliantes, mas a família contesta.

Entretando, um parente próximo da vítima conta que o jovem foi assassinado durante a operação, mesmo sem oferecer nenhum tipo de resistência, e não possuir passagem ou qualquer envolvimento com o tráfico de drogas:

” Foi passada a informação de que foi bala perdida, mas nada disso aí procede. Ele foi jogar o lixo fora, e quando ele saiu na esquina, com dois sacos na mão, o policial atirou nele. Teve troca de tiro, aí o meliante passou, o policial atirou para pegar no meliante, viu ele e atirou nele. Só não terminou de executar, porque o pessoal gritou ‘É motoboy, é motoboy”. Tem o vídeo, só que os moradores estão com medo de mostrar, porque tem o ângulo da janela, com ele baleado no chão, e os policiais chutando ele, perguntando ‘cadê a arma’. Quando eles viram que não tinha jeito, eles pegaram e jogaram dentro da viatura. Quando bateu a ficha, e viram que não tinha nada, fizeram essa versão aí de bala perdida “.

Mais informações:

As arrecadações estarão sendo feitas através dos contatos por WhatsApp :

Ícaro: (71) 9 9208-0159 / Adriana: (71) 9 8826-6248 / Taís (71) 9 8164-2371

COMPARTILHAR
Lais Lopes
Estudante de Jornalismo, ativista de todas as causas, amante da literatura, escritora e poetisa, cristã, lutando como uma garota e sempre em busca do conhecimento!