Empreendedores do Nordeste de Amaralina usam da criatividade para driblar dificuldades

A pandemia do novo Coronavírus atingiu em cheio a economia mundial. Como se não bastasse o sofrimento causado pela morte de entes queridos, muito são os casos de pessoas que perderam o emprego e se viram diante de dificuldade para levar para casa o pão de cada dia. No Nordeste de Amaralina não foi diferente. Diversos pais e mães de família foram obrigados a se reinventar para driblar a crise. Nos quatro cantos do Complexo brotam exemplos de pessoas que não se deixaram abater e usaram da criatividade para driblar crise. Esses foram os casos dos quatro microempresários: Eloá, Taiane, Fabiano, Roberto e Alda.

Doces e bolos – Eloá da Silva de Sá, 31 anos, é moradora do Nordeste de Amaralina e mãe de duas garotas. A jovem trabalha num escritório na Avenida Tancredo Neves, fechado após o surto do covid-19. Em casa, Eloá não titubeou quando teve a ideia de aprender a fazer doces gourmet e bolos de pote. O detalhe é que ela não tinha nenhum tipo de experiência no ramo.

“Aprendi a fazer com vídeo aulas, através de um canal no Youtube. Em menos de uma semana aprendi tudo direitinho. Deu super certo. Saiu tudo perfeito. Quando a coisa é feita com amor e carinho não tem erro”, diz Eloá que conta com a ajuda da filha na confecção das mercadorias.

“Temos doces nos sabores de brigadeiro tradicional, ninho com Nutella, brigadeiro de limão, brigadeiro de paçoca e o maravilhoso brigadeiro de churros que é que tem tido mais saída. Já os bolos de pote tenho de brigadeiro tradicional, doce de leite, prestígio, ninho com Nutella, chocolate com morango e em breve novos sabores. Na próxima semana temos novidades muitas delícias vêm por aí”, completa.

Eloá aceita encomenda para festas e também oferece o serviço de delivery: “Nosso atendimento é rápido e muito prático, meus produtos são diferenciados de alta qualidade para que todas as receitas saiam saborosas”.

Doces e salgados – Roberto Silveira e a sua esposa Alda (Du), moradores da Santa Cruz, vêm superando a crise com uma receita que já vem dando certo há 25 anos: assim como a empresária acima citada, Roberto e Alda tiram da produção e venda de doces, bolos, além de salgados a forma de ganhar a vida. A ideia surgiu no ano de 1995 quando após um simples pedido surgiu a “Buffet  Alda festa”. “Além dos doces e salgados, nosso serviço englobava também a decoração de toda a festa. Hoje contamos com uma estrutura semi-industrial e com 03 funcionários na linha de produção, na administração e tudo sobe a responsabilidade dos proprietários”, explica.

Com a pandemia, Beto, como é conhecido no bairro, foi criada uma nova versão da empresa onde foi denominada como Delícias da Alda. “O carro chefe são as deliciosas tortas salgadas, seguida de porção de salgados, doces, bolos e tudo para o ramo de festa contando com o diferencial das entregas através de Delivery onde traz uma comodidade para que o nosso cliente não se exponha a atual situação. Além disso oferecemos um excelente preço. Aceitamos todos os cartões”, acrescenta.

Caldos – A pandemia fez brotar a veia empreendedora de Taiane Lisboa, 22 anos, e o seu pai, Fabiano, 40 anos. Taiane, mora no Vale das Pedrinhas e faz curso técnico em Radiologia. Já seu pai exercita a veia artística e canta profissionalmente em eventos e igrejas evangélicas do bairro. “Há cerca de três meses durante a crise causada pelo novo Coronavírus. Como agente trabalha informalmente tivemos que dar uma parada e precisávamos de alguma coisa para obter a nossa renda.  Meu pai aprendeu a fazer os caldos com a sogra dele. Inicialmente, foram os de sururu e o verde. Como a gente resolveu vender ele aí resolveu arriscar outros sabores e acabaram dando certo”, conta a jovem, que é mãe de um garoto de dois anos.

“No momento temos os sabores: sururu, vaca atolada, o verde, o caipira e do de camarão. Já temos até novos sabores que em breve serão lançados. Nosso diferencial é trabalhar com material de primeira qualidade. Estamos sempre buscando o melhor, para melhor atender aos nossos clientes. Trabalhamos com muito amor, muito carinho e muita dedicação”, acrescenta.

Atendendo nos sistemas de delivery e drive thru, Taiane e Fabiano usam e abusam da criatividade. Além da variedade no cardápio, eles apostam também em promoções para atrair a clientela. “Na segunda-feira “abençoada” adquirindo um caldo de 500 ml leva um de 145 ml no sabor de preferência do cliente. Na sexta-feira “vip” adquirindo um de 500 ml leva um pratinho de torrada. Estamos sem ponto físico. Vedemos em casa, a pessoa pode fazer a retirada lá com a gente. Fica próximo ao posto Menino Joel. Também aceitamos pedidos pelo Instagram”.

Mais informações:

Doces Maria´s:

Instagram:  https://www.instagram.com/doces_marias01/

Contato: (71) (71)99379-6599

Alda Festa e Eventos:

Instagram: https://www.instagram.com/aldafestaeventos/

Contato: (71) 99603-4854

Caldos.com

Instagram: https://www.instagram.com/caldos.com_/

COMPARTILHAR
Tiago Queiroz
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU