Empreendedora, e ex-moradora da Santa Cruz, dá dicas de como manter os negócios durante a pandemia.

Desde o início da pandemia, pequenos empreendedores têm investido na criatividade para dar continuidade aos negócios, a maioria vem apostando no delivery e nas redes sociais como os principais aliados nas vendas. Mas de que forma podemos utilizar essas ferramentas como auxílio durante a quarentena ?

Geisa Sampaio, 33 anos, ex-moradora da Santa Cruz e empresária, iniciou a sua carreira como sacoleira vendendo bolsas para complementar a renda, e hoje administra a sua própria loja física e online, a Soul Dessas Acessórios, localizada na Avenida Acm. Geisa nos forneceu algumas dicas sobre como manter os negócios num bom funcionamento durante este período; ” Para administrar um negócio em meio a pandemia, é necessário planejamento. Liste o seu custo fixo e priorize o que for mais urgente. Negocie com os seus fornecedores prazos maiores para pagamento e possibilidade de cancelamento ou redução de pedidos futuros pelos próximos dois meses. Se o seu ponto comercial é alugado, negocie com o proprietário a possibilidade de redução de valores também pelos próximos dois meses. Trabalhe com criatividade no seu estoque atual e programe com cautela os seus próximos pedidos “. 

A tecnologia tem sido uma ótima aliada durante a crise, mas é necessário estar atento as orientações para utiliza-la corretamente em favor das vendas, explica; ” Se antes a presença da empresa na internet já era fundamental para o seu desenvolvimento, agora torna-se totalmente necessária. Quando se tem a proibição da abertura do seu negócio físico, se a sua empresa já possui uma presença forte online, os impactos serão menores. O uso da tecnologia agora é extremamente necessário, quem ainda não tem, deve aprender a utilizar as ferramentas e se mover neste sentido. A mudança de consumo já vem acontecendo a um certo tempo, as pessoas buscam mais praticidade e comodidade,  e com isso a mentalidade em relação as compras vêm mudando fazendo com que as pessoas comprem muito mais online. O empreendedor precisa utilizar deste momento para se reinventar e ter criatividade no seu negócio. Seja multicanal, esteja presente de forma física e online, com qualidade, bom atendimento e estratégia. “.

Para aqueles que já possuem loja física e pretendem iniciar o empreendimento online, deve se preocupar em saber as diferenças e cuidados necessários para administrar uma loja em rede social; ” Na loja física existe um horário de funcionamento limitado, na online, além de estar com o seu produto exposto 24h por dia, o seu alcance é muito maior. Quando já se tem um ponto físico, a loja virtual funciona como um propulsor do seu negócio, um canal que gera credibilidade. Neste momento existe uma forte tendência das lojas online terem mais retorno que as lojas físicas. Seja empático com a atual situação do país, não fique insensível a tudo, mas não deixe de pensar como um empreendedor. E lembre-se, tome todas as medidas de prevenção para evitar a propagação do vírus. Use máscaras, álcool gel e evite o contato físico. Isso serve para você e para o seu entregador. “, conta.

Mas como devemos começar a administrar uma loja online para obter sucesso? A empresária nos fornece dicas importantes de como dar o pontapé inicial; ” Crie um Instagram comercial e tenha um WhatsApp exclusivo para atendimento. Tenha no seu perfil informações claras sobre o seu negócio, se preocupe com a qualidade das fotos postadas. Pense no seu perfil como a sua vitrine, seu cliente precisa sentir desejo de te acompanhar e consumir o seu conteúdo. Atraia o seu cliente para o WhatsApp e interaja com ele nesses dois canais. Selecione alguns dos seus produtos e faça uma promoção, estabeleça um valor mínimo de compras e ofereça entrega grátis. Seu cliente é o seu maior atrativo, tenha um atendimento de qualidade e não se esqueça: O cliente nem sempre tem razão, mas ele sempre está certo! “.

E em meio a toda essa crise, é possível tirar boas lições e se reerguer nos negócios, usando a internet como atrativo e abusando da criatividade; ” É tempo de se reinventar. Uma das lições que essa pandemia nos trouxe é que a nossa empresa precisa ser multicanal e não depender apenas do ponto físico. Se a sua empresa ainda não está online, estabeleça essa meta e dedique-se para isso. Busque informações, comece tentando. ” Finaliza.

COMPARTILHAR
Lais Lopes
Estudante de Jornalismo, ativista de todas as causas, amante da literatura, escritora e poetisa, cristã, lutando como uma garota e sempre em busca do conhecimento!