Deputado do PSL que morreu de covid-19 era tratado com cloroquina

Foto: Alerj/Divulgação

O deputado estadual Gil Vianna (PSL-RJ), que morreu na noite desta terça-feira (19) em decorrência de complicações da covid-19, estava sendo tratado com cloroquina, medicamento sobre o qual não há comprovação sobre a eficácia no tratamento da doença.

Segundo a coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo, a administração do medicamento, associado a outros, é protocolo do Hospital da Unimed em que ele estava internado, em Campos dos Goytacazes (RJ), para pacientes de coronavírus em estado grave. 

Vianna passou uma semana sendo tratado no hospital, mas não resistiu. Ele era ex-oficial da Polícia Militar e do Exército e foi vereador de Campos do Goytacazes, sua cidade natal, por dois mandatos. Atualmente, cumpria o segundo mandato na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

“Sua dedicação pelo povo fluminense, principalmente na luta incansável pela pessoa com deficiência, será lembrada eternamente”, dizia o comunicado na página do deputado no Facebook, confirmando o falecimento. 

A Alerj decretou luto oficial e decretou a suspensão das atividades legislativas por três dias.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.