Veículos de comunicação se unem para dar transparência a dados sobre Covid-19 no Brasil

Os veículos de comunicação O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Uol resolveram se unir com o objetivo de dar mais transparência aos números da Covid-19 no Brasil. A decisão é uma resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia. 
A parceria dos veículos é inédita e com isso os brasileiros vão saber os números exatos sobre a evolução da doença, quantidade de óbitos, além de casos testados e com resultado positivo.

A iniciativa foi tomada após o Ministério da Saúde dificultar a divulgação dos dados e sua precisão. 

Entre as mudanças feitas estão a alteração do horário de divulgação, que era às 17h na gestão do ministro Luiz Henrique Mandetta (até 17 de abril). Depois passou para às 19h e depois para as 22h. Isso dificulta ou inviabiliza a publicação dos dados em telejornais e veículos impressos. “Acabou matéria no Jornal Nacional”, disse o presidente Jair Bolsonaro, em tom de deboche, ao comentar a mudança.

Outra mudança feita foi de caráter qualitativo. O portal utilizado pelo ministério para divulgar os números de mortos e contaminados foi retirado do ar na noite da última quinta-feira. Quando retornou, depois de mais de 19 horas, passou a apresentar apenas informações sobre os casos “novos”, ou seja, registrados no próprio dia. Não apareciam os números consolidados e o histórico da doença desde seu começo. Eliminaram os links para downloads de dados em formato de tabela, essenciais para análises de pesquisadores e jornalistas, e que alimentavam outras iniciativas de divulgação.

Ontem (7), o governo anunciou que voltaria a informar seus balanços sobre a doença. Mas mostrou números conflitantes, divulgados no intervalo de poucas horas.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.