Para infectologista, possível relaxamento da quarentena será “desastroso”

Foto : Tácio Moreira/Metropress

Em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (24), o médico infectologista Roberto Badaró falou sobre a possibilidade de um possível relaxamento da quarentena durante a pandemia de coronavírus na Bahia. Para o médico a medida pode ser “desastrosa”.

“Não pode abrir a porta assim. Esse relaxamento será desastroso se não for contornado. Felizmente aqui na Bahia, as medidas são de manutenção. Fico satisfeito porque fui ontem num supermercado e já obedecem os decretos. O carro só pode ter uma pessoa. É uma medida muito prática no número de pessoas que circulam. A proporção de pessoas com máscara e sem máscara é visivelmente expressivo”, disse Badaró.

Questionado sobre a realização de testes em vacinas contra o coronavírus, Badaró comentou que instituições americanas já iniciaram a chamada “fase dois” na eficácia do medicamento em humanos. As pesquisas estão sendo conduzidas pelo National Institute of Health (NIH).

“Essa vacina deverá estar disponível, se o resultado for dramático e mostrar uma ocorrência significativa, dentro de seis meses. Se precisar de estudos mais longos, deve estar apta daqui a um ano e meio, no máximo. Cada grupo de pesquisa está produzindo. São seis vacinas diferentes que estão em fase de utilização em humanos de forma experimental. Tenho esperança para que a gente tenha no ano que vem uma vacina”, finalizou o infectologista.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.