Ibuprofeno e coronavírus: veja lista de remédios que não são recomendados para combater Covid-19

Precaução é baseada em pesquisa publicada na revista científica 'The Lancet', mas especialistas ouvidos pelo G1 alertam que avaliação ainda é preliminar. Corticoides e aspirina também são contraindicados.

A bottle of Pfizer Inc. Advil brand ibuprofen tablets is displayed for a photograph in Tiskilwa, Illinois, U.S., on Wednesday, Oct. 23, 2019. Pfizer is scheduled to release earnings figures on October 29. Photographer: Daniel Acker/Bloomberg via Getty Images

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou nesta terça-feira (17/3) que pessoas com sintomas do novo coronavírus não devem usar ibuprofeno.

Lista dos remédios que contem o Ibuprofeno

Advil
Alivium
Buscofen
Buscopan
Algiflex
Ibuprofen
Algi-Reumatril
Nurofen
Spidufen
Ibuflex

Um artigo publicado pela revista científica The Lancet, divulgado no dia 11 de março, revelou que três estudos feitos em doentes infectados com o novo coronavírus evidenciaram que a classe de anti-inflamatórios não esteroides (conhecidos como AINE’s) aumenta a expressão de enzimas conversoras de angiotensina 2 (ACE2), receptores que existem em células epiteliais dos pulmões, intestinos, rins e vasos sanguíneos, e aos quais o SARS-CoV-2 se liga para infectar o organismo humano.

Outro fato apresentado pelos autores do artigo é que o uso de medicamentos da classe AINE, como iboprufeno, e medicamentos à base de cortisona podem afetar a capacidade de reação do sistema imunitário, responsável por combater o vírus do coronavírus.

De acordo com os mesmos estudos, a gravidade da infeção também pode ser influenciada pelo uso de substâncias ou a ingestão de medicamentos para combater a diabetes mellitus tipo 2, cuja substância ativa são as tiazolidinedionas (TZD’s), que também aumentam a expressão dos receptores ACE2 e facilitam a infecção pelo novo coronavírus no organismo humano.

Os investigadores responsáveis pelos estudos apontam ainda que, caso a influência do ACE2 seja confirmada, será gerado um conflito devido à influência que os medicamentos possuem nos tratamentos para reduzir inflamação e em terapias para curar doenças respiratórias, câncer, diabetes e hipertensão.

A possível relação entre o uso do Ibuprofeno e a piora dos quadros de infeções por coronavírus será avaliada na União Europeia através Comitê de Avaliação de Risco de Farmacovigilância da Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

É esperado que a análise, que deverá ser concluída em maio de 2020, permita esclarecer se existe uma associação entre o uso de ibuprofeno e a piora das infeções por Coronavírus COVID-19. A OMS ainda não se pronunciou sobre o tema.

A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) publicou uma nota de esclarecimento no dia 13 de março com a seguinte orientação.

“Em vistas ao conhecimento do envolvimento da enzima conversora de angiotensina 2 (ECA-2) na fisiopatologia da infecção pelo coronavírus, especula-se que a modulação dessa via poderia ser uma alternativa a ser explorada no manejo desses pacientes. A utilização de fármacos como os inibidores de enzima conversora de angiotensina (iECA) e os bloqueadores de receptores de angiotensina (BRA), assim como o uso de tiazolidinodionas e de ibuprofeno resultam em elevação dos níveis da ECA-2. Os dados disponíveis até o momento alertam que os pacientes infectados com o novo coronavírus que tenham diabetes ou hipertensão ou insuficiência cardíaca e estejam em uso de iECA ou BRA devam ser acompanhados adequadamente. Em não havendo evidências definitivas a respeito da associação entre o uso desses fármacos e maior risco da doença, a SBC recomenda a avaliação individualizada do paciente em relação ao risco cardiovascular da suspensão dos fármacos versus o risco potencial de complicações da doença.”

Os tratamentos com medicamentos à base de corticoides devem ser abandonados?

As recomendações dos pneumologistas da Associação Francesa de Asma & Alergias é que a população em geral deve evitar esse tipo de tratamento, mas negam que os medicamentos à base de cortisona devam ser evitados para reduzir o risco de uma infecção grave por coronavírus “no caso de pacientes asmáticos, isso deve ser relativizado”. 

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.