Enfermeira da USF do Nordeste de Amaralina relata o drama que enfrenta, após ser diagnosticada com Covid-19.

Confira na integra o desabafo emocionante de Fabiana Vanni que luta para sobreviver na emergência de um hospital de Salvador.

Fabiana Vanni atua há 20 anos como Enfermeira, sendo que alguns deles são prestando serviço na Unidade de Saúde Menino Joel, Nordeste de Amaralina, como enfermeira responsável técnica e coordenadora do grupo de Idosos Feliz Idade. A profissional da área da saúde foi diagnostica no dia 24 de abril com covid-19 após apresentar os sintomas da doença. Em entrevista exclusiva com a equipe do NORDESTEUSOU Fabiana faz um desabafo sobre o drama vivido nos últimos dias, a experiência do isolamento, os cuidados com a saúde, a saudade da família, e a importância de a população ficar em casa mesmo sem apresentar sintomas, como medida preventiva.

 Confira:

Tenho dois vínculos, vivo na correria da maioria de meus colegas, vindo de um pro outro….mais tempo no trabalho do que em casa…

Tanta correria…pra que mesmo??

Agora, diagnosticada com Covid 19, internada na emergência de um Hospital privado (graças a Deus tenho plano de saúde), sem poder ser visitada, sem poder ter acompanhante, longe da família, dos amigos…sozinha…com outros colegas agora fazendo meu papel…cuidando de mim…

Só tive facilidade de fazer o exame para diagnosticar isso, por que sou SESAB…pela prefeitura?? 

Rezem…se cuidem e não precisem como eu precisei, por que não sabem nem onde mandar vc ir.

É a mais dura realidade. Se você tiver conhecimento dentro da Secretaria de saúde, ótimo, mas se não tiver, REZE! 

É humilhante! 

Super-heróis?

De que?? 

Se quando vc precisa, não tem assistência…imaginem a população…

Nesses dias trabalhando…vimos váriossss casos que mandamos pras UPAS, seguindo os milhões de protocolos que todo dia muda…pacientes até com condições clínicas bem mais complicadas que as minhas…e? Foram mandados de volta, ficar em casa, retornar se agravar….pior…sem fazer teste nenhum.

E com isso, a doença vai se disseminando, as pessoas vão morrendo…

Mas na televisão, tá tudo lindo, testes disponíveis, toda a assistência prestada, não falta nada …vai acreditando.

Enquanto isso, nos bastidores, lá na “tal linha de frente” estamos trabalhando com restrição de EPI’S, de papel toalha, etc…

Profissionais da saúde, super heróis…de quê mesmo?

Não me conformo!!!! Vejo colegas idosos, grupos de risco, lactantes, sendo obrigadas a trabalhar…

Mas somos super heróis…

De que mesmo????

Outro dia eu li que a gente só se dá conta de tudo isso quando temos um caso próximo, na família, etc.

Eu imaginava que poderia me contaminar, mas não imaginava que quando eu precisasse de assistência, eu não teria…de meu próprio vínculo de trabalho!!! Impressionante!

Até parabenizo o Estado, organização perfeita para testar os profissionais da saúde suspeitos. Mas a Prefeitura? Uma VERGONHA!!!

Agradeço demais meus colegas, minhas chefias dos dois lugares..todos preocupados, sei que fazendo o que podem.. mas quando a gente se vê nessa situação, quanta sensação desagradável…de impotência…de que não valemos nada pra gestão municipal…tava lendo uma reportagem do Prefeito, dizendo que até ia dar aumento pro servidor público, mas com o Covid, não vai poder . Tão bonzinho ele…chega a me emocionar. 

Mas pra pagar artista pra fazer lives, pra fazer festa, propaganda…não falta não…até falou que iam congelar nosso salário…rsrs…congelados estamos há 7 anos, sem aumento nenhum…

Super heróis…

Não quero ser super herói de ninguém, quero ser tratada com dignidade e respeito!

Queria poder ter orgulho de dizer que sou funcionária pública! 

Sou SESAB, com certo orgulho sim, mesmo com várias falhas, enfim. Sou Prefeitura, com muito desgosto!

Fazer o quê?

Agora é me concentrar em minha cura, me resguardar em Deus, o ÚNICO que sei que NUNCA vai me abandonar. Sofro pela ausência da família, de meu marido, minha mãe, meus filhos, irmãos…neste momento é quem eu queria estar perto, mas não posso.

Pensem bem colegas, antes de aceitar qualquer condição de trabalho, de se achar super-heróis e não se cuidar! 

Somos de carne, sangue e osso! Não somos de ferro!

A gente adoece…e fica tudo aí! 

Se cuidem! Se preservem! Se valorizem!!!

Fabiana Vanni

Enfermeira (com orgulho).

Diagnosticada com Covid 19, internada, em tratamento…

NÃO SOU SUPER HERÓI!.

 Reiteramos que é de extrema importância levar o distanciamento social a serio, para que em breve estejamos juntos.

COMPARTILHAR
Luis Lago
Amante da Literatura, apaixonado pelas Letras. Discente de Letras Vernáculas e Língua Inglesa, poeta, escritor , blogueiro, professor e Repórter do site NES.