Enfermeira da USF do Nordeste de Amaralina curada do Covid-19 faz relato emocionante.

Confira na integra o depoimento comovente da profissional da saúde, Fabiana Vanni, que após 28 dias de luta contra a doença foi curada.

No mês em que se comemora o dia do enfermeiro e do técnico de enfermagem, que estão fazendo um belíssimo trabalho no combate ao Coronavírus, Fabiana Vanni tem vários motivos para celebrar.

 A enfermeira e coordenadora do Grupo de Idosos Feliz Idade, na Unidade de Saúde Menino Joel, Nordeste de Amaralina, foi diagnosticada no dia 24 de abril com covid-19. Após mais de 28 dias de luta contra a doença, Fabiana recebeu a noticia mais almejada, a sua libertação da chaga, a cura.   

O NORDESTeuSOU publica na integra com exclusividade um depoimento  comovente  de Fabiana Vanni, sobre como foram os dias enfrentando a Covid-19, as dificuldades, os ensinamentos extraídos e a desejada cura. 

Confira:

 A Cura

Após 28 dias de isolamento da família. Ter passado pela experiência de lutar contra um inimigo invisível, com tantos sentimentos envolvidos…apreensão, solidão, tristeza, medo, sensação de impotência…são tantas emoções que vêm e vão…diante de tudo que estamos vivenciando…perdendo pessoas…colegas de trabalho falecendo…

Fui chamada de heroína, fui chamada de guerreira, fui chamada de valente, de vitoriosa… mas fui o quê mesmo diante de tudo isso?

Mas qual meu verdadeiro sentimento depois disso tudo?

De que nós, somos seres humanos frágeis…impotentes diante de um vírus que não enxergamos, mas que causa tanto estrago não só na saúde física, mas na nossa saúde mental principalmente.

Ficar doente, ter febre, dor de cabeça, dores no corpo, pneumonia, tosse, etc… toda dor …NUNCA, irá se comparar a angústia de ficar longe dos filhos, mãe, marido, família..

Só quem passa por isso é que pode saber. Não desejo isso para ninguém…

Pior é quando vejo pessoas desacreditadas da realidade. Gente…não esperem acontecer contigo, com sua família, para acreditar. O virus é real! A solidão é muito pior!

Agradeço demais a Deus por eu não ter tido sintomas graves, por ter me dado o livramento de sair viva e curada disso tudo. Agradeço a Deus por estar tendo a oportunidade de ver meus filhos estudando em casa. Minha mãe comigo, meu marido ao meu lado… Agradeço demais aos amigos, e aos desconhecidos até, que sei que oraram por mim. 

Deus me salvou!! 

O poder da oração é imbatível! 

O que nos sustenta é saber que mesmo isolada, NUNCA, estive sozinha.

Agora estou me preparando novamente para retomar minhas atividades, principalmente psicologicamente, pra voltar a ficar na tal “linha de frente do combate ao COVID-19. 

Por que sei que irei me deparar de novo com as dificuldades de estrutura, de falta de materiais essenciais para trabalhar e o que é pior, irei me deparar com pessoas que ainda não acreditam nisso tudo e ainda estão nas ruas, sem máscaras, sem cuidados.. 

Fica uma lição. De que precisamos ser cada vez mais HUMANOS, solidários, humildes e responsáveis…compreender que nesse momento devemos deixar todo preconceito de lado, nos unir em prol de uma população inteira. 

A mensagem que deixo para reflexão é a seguinte:

“O egoísmo traz uma sensação equivocada de que o individual é mais importante do que o coletivo, quando na verdade só traz solidão e isolamento!”

Pensem em suas famílias! Fiquem em casa!

COMPARTILHAR
Luis Lago
Amante da Literatura, apaixonado pelas Letras. Discente de Letras Vernáculas e Língua Inglesa, poeta, escritor , blogueiro, professor e Repórter do site NES.