Bolsonaro diz que tem decreto pronto para reduzir isolamento: “Estou esperando o povo pedir mais”

Foto: UESLEI MARCELINO / REUTERS

O Globo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na noite desta quinta-feira, que pode assinar um decreto para afrouxar o isolamento social nos estados. Segundo ele, pode-se ampliar o número de profissões que voltarão a atuar normalmente durante a quarentena. Ele também pediu aos governadores que “revissem suas posições” no combate ao novo coronavírus.

“Eu tenho um decreto pronto para assinar na minha frente, se eu quiser assinar, considerando ampliar as categorias que são indispensáveis para a economia. Eu, como chefe de Estado, tenho que decidir. Se chegar o momento, vou assinar a MP. Tem ameaça de todo lugar se eu assinar essa medida”, disse, em entrevista a rádio Jovem Pan, na noite desta quinta-feira.

“Eu apelo aos governadores e prefeitos que revejam as suas posições”, disse.

Questionado sobre o motivo de não ter ainda assinado o decreto para reabrir o comércio, Bolsonaro respondeu que “um presidente pode muito, mas não pode tudo”, e que está “esperando o povo pedir mais”.

“Nós temos ali gente poderosa em Brasília que espera um tropeção meu. Eu estou esperando o povo pedir mais. O que eu tenho de base de apoio são alguns parlamentares, não são maioria, mas o povo está do meu lado. Tem que ser responsável. O que muitos governadores mais querem é que eu tome a decisão para trazer o problema para o meu colo, e se tiver alguma morte, me crucificar. Na semana que vem, se não voltar o comércio, eu vou ter que tomar uma decisão. Seja o que o povo quiser”, completou.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.