Após irem à “Festa de Paredão Coronafest”, diversas pessoas são diagnosticadas com covid-19 em Rondônia

Festa aconteceu no dia 4 de abril, em meio à pandemia. O estado está em calamidade pública desde o dia 20 de março e eventos com mais de cinco pessoas estão proibidos

foto reproduçao

Por O Globo

O governo de Rondônia anunciou nesta terça-feira (13) que diversas pessoas que participaram de uma festa no começo do mês, conhecida como “Festa de Paredão Coronafest”, foram diagnosticadas com coronavírus. Desde o dia 20 de março, o estado está em calamidade pública e eventos com mais de cinco pessoas estão proibidos.

O comunicado foi feito pelo governador de Rondônia, Marcos Rocha (PSL), e pelo secretário de Saúde do estado, Fernando Máximo. O governo diz que vai investigar o caso.

Segundo o secretário de Saúde, diversos casos foram diagnosticados na segunda-feira (13) e, após uma investigação, autoridades sanitárias identificaram que parte desses pacientes participaram do “Coronafest”.

“Estou muito decepcionado. Pra não dizer revoltado. Hoje, identificamos vários casos positivos de coronavírus. Foi feita uma investigação e descobriu-se que essas pessoas estavam numa festa no dia 4 de abril. Não estavam trabalhando, querendo levar o pão para casa. Na verdade, estavam se divertindo e colocando a vida delas em risco e a sua vida, de quem está aí guardando a quarentena”, afirmou o secretário.

De acordo com o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, Rondônia tem 42 casos confirmados da doença e dois mortos.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.