Bolsonaro está de ‘saco cheio de Mandetta’ e pode demiti-lo a qualquer momento

De acordo com portal, ministro da Saúde só permanece no cargo ainda pois o presidente tem medo de agravar a crise

(Foto: Isac Nóbrega/PR)

Após ter divergências com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Bolsonaro já está estudando tirá-lo do cargo. Segundo o UOL, o presidente tem dito aos seus auxiliares mais próximos que já está “de saco cheio de Mandetta”.

Ainda de acordo com o portal, Bolsonaro só não o demitiu até agora para não tornar ainda maior a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. 

Sentindo-se abandonado pelos empresários que o apoiaram na campanha de 2018, o presidente teme que a demissão de Mandetta se transborde num rompimento definitivo com esse grupo e a parcela da opinião pública que representa. 

Apesar disso, o portal avança e diz que Bolsonaro já até escolheu um sucessor para o lugar do ministro da Saúde. Trata-se do presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, que é médico da Marinha.

Por outro lado, Mandetta tem dito que não abandonará “critérios técnicos” no estabelecimento, pelo Ministério da Saúde, de regras para o combate e a prevenção do coronavírus. Segundo o jornal o Estado de S.Paulo, o ministro deixou claro a Bolsonaro que não pedirá demissão. 

Ou seja, jogará toda a responsabilidade por seu afastamento sobre os ombros do presidente. Enquanto o impasse persistir, Bolsonaro pretende continuar afrontando publicamente as orientações do ministro, como o distanciamento social. 

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.