Bahia assina acordo de confidencialidade com a Rússia e quer testar efeitos da vacina no Brasil

Ideia é conduzir estudo no Brasil sobre ação da vacina em população de formação étnica distinta da russa

Visado testar os efeitos da vacina conta o novo corona vírus, a Bahia firmou um acordo de confidencialidade para ter acesso a dados científicos da Rússia.

De acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, o intuito é que o estudo seja conduzido também no Brasil, de modo a observar a ação da vacina em uma população de formação étnica distinta da russa.

A Rússia já liberou a imunização para seu público geral, que mostrou eficácia de 100% nas fases 1 e 2, conforme estudo publicado pela revista The Lancet.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.