Após 22 dias internado, morador do Vale das Pedrinhas se torna mais um sobrevivente da covid-19

 Enquanto muitos moradores da comunidade continua “brincando” com os decretos municipais que ajudam a diminuir o avanço do coronavirus na comunidade, Lomar Santos, 46 anos, se torna mais um sobrevivente da doença.

A experiência durante os dias de internação foi relatada à reportagem do NES:

“Eu faço hemodiálise e nesse dia eu passei mal. Fiz o teste e deu positivo, foi quando a médica pediu minha internação porque minha saturação estava muito baixa. Fui para UPA de Brotas e me botaram logo no oxigênio. No dia seguinte fui transferido para Hospital Alayde Costa, na suburbana. Fiquei lá por 22 dias, no quarto isolado com mais três paciente. Fiquei dois dias no oxigênio e os demais dias tomando antibiótico. No dia 17 de junho, às 10 horas, recebi a notícia que estava curado e tive alta”.

“Fiquem em casa que essa doença não é brincadeira, se não houver a colaboração de todos a tendência vai ser piorar dia após dia. Ao invés de melhorar e ficarmos logo livres dessa maldita”  , completou Lomar.

COMPARTILHAR
Denny Silva
Coluna NES