Anonymous começa a vazar dados de família Bolsonaro e ministros

Uma célula brasileira Anonymous publicou na noite desta segunda-feira (1) diversos documentos no Pastebin de cidadãos envolvidos no governo Bolsonaro. De acordo com o grupo, o vazamento será sistemático.

Até o momento, foram disponibilizadas informações pessoais de Jair Bolsonaro, Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ),  Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), Douglas Garcia (deputado estadual – PSC), Abraham Weintraub (ministro da Educação), Daniela Weintraub (esposa do ministro Abraham Weintraub), Damares Alves (ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) e Luciano Hang (cofundador da Havan).

@DamaresAlves , INIMIGA dos direitos da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. INIMIGA DOS INDÍGENAS! Vazamos seus dados: https://t.co/fGKA3xHu1I #Anonymous #Antifascista #BlackLivesMatter #Hacking— Anonymous Brasil (@AnonymouBrasil) June 2, 2020

O documento publicado pela célula traz informações como celulares válidos, endereços de e-mail, endereços físicos, bens declarados, participação em empresas, score do Cadastro de Pessoa Física (CPF), além de dívidas registradas.

A ação pela célula brasileira, provavelmente, veio inflamada após ações dos Anonymous internacionais. Com um chamado para outras células, é possível observar um aumento na movimentação dos grupos brasileiros, que estavam praticamente adormecidos até então.

Durante a noite do último domingo (31), em sua conta oficial no Twitter, uma das principais células Anonymous resolveu se pronunciar em relação aos protestos ocorridos em algumas cidades do mundo, devido a um policial branco ter assassinado um cidadão afro-americano de 46 anos, chamado George Floyd. A justiça dos EUA disse que Floyd não morreu por asfixia, como se supunha. Mas a forma como foi violentado pelo policial contribuiu para sua morte, já que o homem tinha problemas de saúde.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.