ACM Neto desiste de multar motoristas que não usarem máscaras

Gestor diss eque optará por medida educativa e que uso segue sendo obrigatório

(Valter Pontes/Secom)

Por Correio24horas

O prefeito ACM Neto anunciou na manhã deste sábado (18) algumas alterações no decreto que fiscalizará o uso de máscara em veículos. A principal mudança é que, inicialmente, ninguém será multado caso não esteja usando o equipamento.

Em uma rede social, o gestor municipal informou que decidiu flexibilizar o decreto. “Em relação às blitze para uso de máscara, decidimos que inicialmente elas terão apenas cunho educativo. Nosso objetivo é fazer com a que a população compreenda a importância de usar máscara sempre que precisar ir para a rua. Precisamos transformar isso num hábito”, escreveu.

Antes, a determinação previa que, qualquer pessoa que fosse flagrada dentro de veículos sem utilizar máscara de proteção, seria multada – com exceção dos condutores que estivesse sozinhos.

Neto disse ainda que, apesar de não aplicar multas, irá endurecer as medidas caso perceba que o caráter educativo não é suficiente para solucionar o problema. “Quero deixar claro que esta decisão pode ser alterada. Caso seja necessário, vamos endurecer as medidas”.

Apesar da não aplicação de multa, o uso da máscara segue obrigatório para condutores de carro de passeio. No caso dos ônibus, quem estiver sem máscara não terá entrada autorizada. O passageiro ou motorista que não obedecer à medida será advertido. A máscara pode ser de qualquer tipo, descartável, tecido ou outros materiais.

Na sexta-feira (18), ACM Neto explicou que a prefeitura tem notado um aumento no número de pessoas circulando nos ônibus e em veículos particulares. No caso dos coletivos, a redução de cidadãos transportados alcançou 28% quando as restrições começaram, só que esse dado atingiu 30% esta semana, representando uma elevação no fluxo de 2%. Antes da crise sanitária, cerca de 1,3 milhão de pessoas utilizavam diariamente ônibus na cidade, número que caiu para 400 em média.

Já no caso dos automóveis, a Transalvador notou um aumento relevante na circulação pela cidade. A redução, que chegou a ser de 30%, ontem foi de apenas 12%, segundo os dados da autarquia.

“Não podemos relaxar nesse momento. Não podemos permitir o crescimento do coronavírus na cidade. A recomendação é que as pessoas fiquem em casa. Mas, se tiverem que sair, que usem máscaras de qualquer tipo, inclusive aquelas feitas de pano, que podem ser lavadas e reaproveitadas”, diz o prefeito.

Procurada, a Transalvador informou que, junto com outros órgãos, está se planejando para a implementação da medida, mas que só vai se pronunciar oficialmente após a publicação do projeto de lei. 

Já Orlando Santos, superintendente da Integra, consórcio que presta os serviços de transportes coletivo urbano da capita, declarou que concorda com a adoção das normas e procedimentos sanitários, mas lembrou que os rodoviários não têm o poder de fiscalização da medida. “Motoristas e cobradores serão orientados a informar às pessoas que estejam sem máscara que elas não podem fazer a viagem”, disse.

Orlando lembrou ainda que os funcionários que fazem parte dos grupos de risco foram afastados desde a segunda quinzena de março e os trabalhadores estão atualmente em regime de rodízio. “Nós já disponibilizamos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) desde a semana passada, em quantidade suficiente para os funcionários. O trabalho de limpeza dos veículos também permanece reforçado em toda a frota”, afirmou.

A Câmara de Vereadores deve receber as medidas em um projeto de lei na segunda, para votação imediata.

Confira mudanças:
• Todos os ambientes laborais onde haja prática de atividade profissional, seja comércio ou serviços, as pessoas terão que usar máscaras. Todos os trabalhadores dentro do ambiente. Do cliente ao dono. Sob pena de interdição. Vale a partir da próxima quinta.
• Passageiros dos ônibus da cidade só poderão entrar nos veículos com máscaras. Vale a partir da próxima quinta. 
• Blitze da máscara – Transalvador vai definir locais e parar os carros. Quem estiver sem máscara vai ser multado admnistrativamente. PL vai sem encaminhado à Câmara na segunda. 
• Publicação de processo de compra de 200 mil máscaras para fornecer kits com 2 por ambulante na cidade. Quem não estiver usando terá a mercadoria apreendida. Vale a partir da entrega das máscaras. 
• Campanha publicitária de como fazer as máscaras caseiras.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.