Vento forte derruba estátua de uma tonelada conhecida como “gordinha de Ondina”

Base em ferro de 'Mariana', que representa os brancos na formação do povo brasileiro, estava oxidada

(Mauro Akin Nassor/CORREIO)

A estátua chamada Mariana, que integra o monumento Mulheres do Brasil, que fica na praça que leva o nome da artista plástica Eliana Kertész, caiu na manhã desta sexta-feira (10), na Avenida Adhemar de Barros, no bairro de Ondina, em Salvador. 

A Fundação Gregório de Mattos (FGM) informou que uma equipe da diretoria de Patrimônio e Humanidades do órgão esteve no local e identificou que a queda aconteceu em função da oxidação da estrutura de sustentação, feita de ferro – não atribuindo o incidente ao mau tempo. Na madrugada, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) registrou rajadas de vento de até 40 km/h. 

Segundo a FGM, já foram tomadas as providências para remover a escultura do local – o que será feito ainda hoje pela Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop), responsável também pelo reforço da estrutura. A FGM, por sua vez, vai restaurar a escultura, que sofreu arranhões em função da queda. 

Recentemente, segundo a fundação, foi feita uma restauração na parte artística das esculturas pois elas estavam pichadas. 

Em função da queda da escultura de Mariana, a outra gordinha – Catharina – passará hoje por avaliação preventiva feita pela Superintendência de Obras Públicas do Salvador (Sucop). 

As estátuas são feitas de bronze, mas as bases são de ferro. Cada uma tem quase quatro metros de altura e pesa uma tonelada e meia e foram desenvolvidas pela artista plástica Eliana Kertész

A imagem de Damiana, segundo a fundação, passou por restauro completo recentemente. Inaguradas em 2005, as peças foram batizadas como Damiana, que representa os negros, Mariana, que homenageia os brancos, e a terceira é Catarina, que representa a comunidade indígena.

A Praça das Gordinhas integra as obras de requalificação do segundo trecho das orla de Ondina, já em andamento, e vai passar por processo de reforma. As intervenções, a cargo da Sucop, vão até a Praça Orugan, com 1,2 quilômetro de extensão.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.