Jéssica Senra volta à bancada do Jornal Nacional nesse sábado (8)

Será a primeira vez que a jornalista vai à rede nacional depois de comentários virais e aprovação no mestrado

Se você está com saudades de ver a jornalista baiana Jéssica Senra na bancada do Jornal Nacional (JN), fique tranquilo. Já é nesse sábado (8) a volta da apresentadora do Bahia Meio Dia ao principal telejornal do país. Dessa vez, o comando do JN vai ser dividido com o jornalista Heraldo Pereira.

Essa é a primeira vez que Jéssica vai à rede nacional depois que vários dos seus comentários viralizaram nas redes sociais. Antes de ir para a bancada do JN, a jornalista já publicava no seu Instagram comentários conta o racismo, feminicídio e homofobia. No entanto, a participação no Jornal Nacional lhe deu mais seguidores e suas mensagens começaram a ser vista por mais pessoas.  

No dia 6 de janeiro, a publicação do vídeo em que a apresentadora afirma ser contrária a contratação do goleiro Bruno pelo time de futebol Fluminense de Feira foi vista mais de 700 mil vezes. O vídeo teve ainda comentários positivos de personalidades como Juliana Paes, Alessandro Timbó, Djamila Ribeiro e Rita Batista. Com a repercussão, um dia depois, o Fluminense de Feira anunciou a desistência de contratar o jogador. 

Estreia no JN
A primeira participação de Jéssica Senra no telejornal da Globo aconteceu no dia 7 de setembro, dia da Independência do Brasil. Na época, 27 profissionais de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal tiveram a oportunidade de apresentar o programa em esquema de rodízio, sempre aos sábados. A iniciativa foi parte da celebração de 50 anos do telejornal.   

De acordo com a TV Bahia, o nome da apresentadora concorreu com Fernando Sodake, apresentador do BA TV e Ricardo Ishmael, que comanda o Jornal da Manhã. O editor-chefe do Jornal Nacional, William Bonner, informou que um sorteio definiu que a jornalista tinha sido a escolhida para representar a Bahia.  


COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.