Outubro Rosa: confira 10 lugares para fazer mamografia de graça

Quando se trata da prevenção ao câncer de mama, quanto mais cedo o tumor for identificado e tratado, melhor. O  exame indicado para o diagnóstico  é a  mamografia, pois com a doença não dá para descuidar. Mesmo assim,  estudo da Rede Brasileira de Pesquisa em Mastologia, feito em parceria com a Sociedade Brasileira de Mastologia, aponta que 2018 foi pior dos últimos 6 anos em  realização do check-ups no SUS .

O mastologista Sérgio Calmon afirma que o acompanhamento da saúde das mamas é o que  permite um diagnóstico precoce do câncer.

“Quando a doença é detectada mais cedo, a possibilidade de fazer um tratamento menos invasivo e mais brando é maior. A chance de cura também aumenta”, explica.

Mesmo fora do Outubro Rosa,  as  mulheres devem se cuidar. Para Calmon, conhecer a própria mama é essencial para  identificar algum problema e recorrer a um especialista.

A primeira visita ao mastologista deve acontecer aos 30 anos, segundo Calmon. Já a mamografia deve ser realizada anualmente a partir dos 40 anos de idade. 

“Quem tem o risco deve procurar o mastologista antes para fazer o exame e uma abordagem individualizada”, acrescenta o especialista.

Por ser um aparelho que aperta levemente o seio, o mamográfo  assusta algumas mulheres. Entretanto, o médico garante que a maioria das pacientes não sente incômodos. Mesmo quem tem sensibilidade não pode deixar de fazer o teste. “A mamografia é  o único exame que  demonstrou a redução da mortalidade com a identificação precoce”, diz.

A estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca) é de 2.870 novos casos de câncer de mama feminina na Bahia neste ano. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram 321 novas ocorrências da doença em Salvador em 2019.

Locais para fazer o exame de graça

Obras Sociais Irmã Dulce – Quem mora em Salvador deve marcar o exame por meio dos postos de saúde municipais e das prefeituras bairro. No interior, a mamografia deve ser agendada nas secretarias de saúde de cada cidade.

Documentos: RG, comprovante de residência, cartão do SUS e a guia do exame

Centro Estadual de Oncologia – No dia 19 deste mês, o Cican distribui 600 senhas, a partir das 6h30, para mamografia voltada para mulheres de 50 a 69 anos. As 100 primeiras pacientes fazem o exame no mesmo dia e as demais terão data agendada ainda este mês.

Documentos: RG, CPF, Cartão do SUS e comprovante de Residência (com original e cópia).

Secretaria Municipal de Saúde – Mamografias são realizadas em clínicas e hospitais conveniados. O agendamento deve ser realizado na unidades de saúde por meio do sistema vida+. O exame pode ser marcado de segunda à sexta, das 8h às 17h.

Documentos: cartão do SUS, requisição do exame e documento de identificação com foto

Delfin/Sesab – A unidade móvel está estacionada no Campus I da UNEB, no Cabula. São 140 fichas por dia para mulheres entre 50 e 69 anos que nunca tenham feito cirurgia nas mamas. Atendimento ocorre das 7h às 17h. A ação vai até o dia 18/10.

Documentos: RG, comprovante de residência, cartão do sus e a guia do exame

AMO – Paciente que realizar o exame por meio de plano de saúde ou particular recebe voucher de uma mamografia gratuita para outra mulher (deve ter mais de 40 e não ter feito mamografia no último ano). São 250 gratuidades e o exame pode ser marcado até novembro.

Documentos: Voucher e documento de identificação com foto

Mutirão | Climério de Oliveira – O exame é voltado para mulheres com mais de 40 anos. Para conseguir uma das 120 vagas semanais, interessadas devem fazer o agendamento no telefone (71) 3283-9306 ou presencialmente, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Atendimento de segunda a sábado.

Documentos: Cópias do RG, CPF, cartão do SUS e comprovante de residência com CEP.

Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde – Com o projeto Vida + Rosa, a unidade móvel estaciona nos bairros de Salvador. São distribuídas 80 senhas para cada um dos dois dias de ação mensal. As datas são divulgadas nas redes sociais do INTS.

Documentos: RG, CPF, Cartão do SUS e comprovante de residência

Hospital da Mulher – A Unidade básica de saúde da cidade onde a mulher reside encaminha a paciente para o hospital para acompanhamento com  especialista. O exame é feito a partir de uma solicitação médica.

Documentos: Cartão do SUS, comprovante de residência, pedido do exame e documento de identificação com fotografia

Hospital Aristides Maltez – Enquanto a marcação presencial do exame está indisponível, a interessada deve ir a um posto de saúde para ser encaminhada ao hospital. É possível pedir agendamento no Aristides Maltez.

Documentos: RG, CPF, Cartão do SUS e um comprovante de residência atualizado.

Grupo CAM – A partir da segunda quinzena deste mês, serão oferecidas 500 mamografias gratuitas. Os exames vão ser divulgados em parte nas redes sociais do grupo e podem ser agendados para este mês. Os atendimentos  começam a partir de novembro. 

Documentos: serão divulgados nas redes sociais.

Fonte: Correio

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.