Funcionários da UPA do Barris paralisam parte das atividades hoje

Gestora da unidade alega falta de repasse da prefeitura; secretaria diz que está dentro de prazo legal para pagamento

Parte dos funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Barris cruzou os braços no início da manhã de hoje, em protesto contra o atraso no pagamento de salários.

Os trabalhadores informaram à TV Record que os serviços de emergência foram mantidos e parte dos demais atendimentos foi suspenso.

Procurada pelo Metro1, a Fundação José Silveira, responsável pela gestão da UPA, informou que aguarda da prefeitura o repasse dos recursos do mês de junho, para então efetuar os pagamentos aos funcionários. 

Já a Secretaria de Saúde do Município (SMS) informou, em nota, que a gestão encontra-se dentro do prazo legal previsto por contrato para pagamento da Fundação José Silveira. “Técnicos da SMS foram encaminhados ao local para notificar a empresa prestadora e verificar o motivo do suposto atraso dos salários dos trabalhadores do posto”, diz o comunicado.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.