Quem precisa de Terapia? Entrevista com a psicóloga Shirley Vasconcelos

Para desmistificar a psicologia e a psicoterapia entrevistei a psicóloga, moradora do Nordeste de Amaralina, Shirley Vasconcelos.

A psicologia é percebida por grande parte da população como uma profissão voltada apenas para o atendimento de pessoas com diagnóstico de transtorno mental e como um privilégio dos ricos. O que é uma concepção errônea e desatualizada.

A psicóloga e fundadora da “Rede Dandaras” Laura Augusta diz que a terapia tem inúmeras funções e benefícios tais como: o autoconhecimento, combate a ansiedade, depressão e baixa auto-estima, o desenvolvimento de habilidades, e processo de desnaturalização das violências vividas e a compreensão disso nas relações.

Para desmistificar a psicologia e a psicoterapia entrevistei a psicóloga, moradora do Nordeste de Amaralina, Shirley Vasconcelos.

Confira:

1-  Adriele – A psicologia ainda é vista por uma parcela da sociedade   como uma profissão voltada para pessoas com o diagnóstico de transtorno mental ou como privilégio dos ricos, como algo inacessível para as pessoas de baixa renda. Esta imagem representa a realidade?

Shirley –  esta imagem acerca da profissão se dá muito pela forma que ela se apresentou no início, mas são grandes os esforços para mudarmos esse cenário. A partir do momento em que a psicologia assumiu um compromisso social aquela imagem da psicóloga diante de um divã escutando o paciente deixa de ser a única imagem capaz de apresentar o nosso trabalho. Nós estamos nas comunidades, nas escolas, nas organizações, no SUS. A gente está desenvolvendo um trabalho sobretudo de promoção da saúde nos espaços que estamos.

2- Adriele – Quem precisa de psicóloga?

Shirley – Eu defendo que todo mundo tem o direito de acessar a psicologia e os serviços que ela oferece. Como vai se desenvolver nosso trabalho vai depender da demanda de cada um, o que cada um precisa… É escuta ativa, um acolhimento e aí construir junto um plano de trabalho, e a depender do espaço que estejamos esse acesso precisa deixar de ser algo restrito apenas por uma lógica de quem pode pagar esse serviço… a gente precisa trabalhar contra a hegemonia mesmo, precisa ser também um combate contra desigualdade social.

3- Adriele –  onde encontrar serviços gratuitos e a preços acessíveis?

Shirley – A grande maioria das faculdades de psicologia oferecem serviços gratuitos ou a preços sociais. Existem também psicólogas, como eu, que trabalham com valor social e aí atendem pensando em quanto a família tem condição de investir em um tratamento psicoterápico.

É bom destacar que quem desenvolve o trabalho da psicologia são psicólogas e psicólogos. Então liderança religiosa, melhor amigo, familiar de confiança cada um desenvolve o seu papel, mas a psicoterapia, o acompanhamento psicológico é desenvolvido unicamente por psicólogas e psicólogos.

Shirley Vasconcelos é psicóloga, atua no Centro de Referência da Assistência Social – CRAS no Município de Salvador; e como psicóloga clínica atende jovens e adultas (os).

COMPARTILHAR
Adriele do Carmo
Cria da Santa Cruz, é comunicóloga - Relações Públicas em formação , produtora cultural , poetisa e ativista social