Poluição sonora: aparelhos são proibidos de tocar músicas na rua durante festejo do Dia de Iemanjá

A decisão provocou revolta em organizadores, participantes e produtores dos eventos

Tradicional durante os festejos de Iemanjá, comemorado no dia 2 de fevereiro, a realização de eventos e festas musicais em via pública no bairro do Rio Vermelho, palco das comemorações, foi proibida neste ano, de acordo com decisão tomada hoje (11) pela prefeitura de Salvador.

De acordo com o executivo municipal, não será permitido o uso do som na área externa ou voltado para a rua dos estabelecimentos comerciais localizados no perímetro da festa. Com isso, a utilização do som vai se restringir apenas à area externa dos locais com licença sonora da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), até às 22h.

A decisão provocou revolta em organizadores, participantes e produtores dos eventos. Em manifestações nas redes sociais, há relatos de que os órgãos de fiscalização do município planejam até mesmo uma força-tarefa para impedir a realização de qualquer evento no local que utilize som.

Por meio de nota enviada ao Metro1, a Prefeitura informou que a decisão foi tomada em conjunto com a Polícia Miltar, Corpo de Bombeiros, moradores e comerciantes da região. Segundo o município, ela é fruto de solicitações feitas através da Prefeitura-Bairro do Rio Vermelho e visa garantir a segurança e a ordem pública, evitando tumultos.

 

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.