Pagamento do 13º salário do Bolsa Família começa nesta terça-feira (10)

Todos os beneficiários da folha de dezembro receberão a parcela em dobro, seguindo o calendário regular do programa

O Ministério da Cidadania inicia nesta terça-feira (10) o pagamento do 13º salário do Bolsa Família dos beneficiários do programa do mês de dezembro. O pagamento vai até o dia 23 e o calendário segue o cronograma regular, conforme o número do NIS do beneficiário. Na Bahia, cerca de 1,7 milhões de famílias receberão o benefício – o valor da folha no estado chega a R$ 665.381.556,00 e o valor do benefício médio é de R$ 380,15. A folha do último mês do ano somou 13.170.607 famílias em todo o país, num valor total de R$ 2.525.746.007. Com o pagamento extra, o valor da folha chega a R$ 5.051.492.014,00.

No ano, o Bolsa Família fechou o orçamento em R$ 33,6 bilhões, cerca de 10% a mais do que em 2018 (R$ 30,6 bilhões). “Essa é uma determinação do presidente Jair Bolsonaro, que fez questão de ampliar esse recurso. É uma maneira de reforçar o Natal das famílias mais pobres do Brasil”, reforça Terra.O cumprimento da promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro foi garantido pela Medida Provisória 898, publicada no dia 15 de outubro de 2019. O incremento do orçamento foi assegurado pelo Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do Primeiro Bimestre de 2019, do Ministério da Economia.

Abaixo, segue tabela com o valor do pagamento e número de famílias por estado.

UFNúmero de famíliasValor totalValor do benefício médio
Acre86.987R$ 47.689.238R$ 548,24
Alagoas387.195R$ 152.405.806R$ 393,62
Amazonas387.230R$ 180.430.928R$ 465,96
Amapá75.123R$ 34.409.050R$ 458,04
Bahia1.750.294R$ 665.381.556R$ 380,15
Ceará1.014.628R$ 389.687.314R$ 384,07
Distrito
Federal
66.683R$ 24.568.762R$ 368,44
Espírito
Santo
168.028R$ 59.813.938R$ 355,98
Goiás277.003R$ 89.616.160R$ 323,52
Maranhão927.651R$ 403.781.942R$ 435,28
Minas
Gerais
970.642R$ 359.232.100R$ 370,10
Mato Grosso
do Sul
114.397R$ 42.045.872R$ 367,54
Mato Grosso142.557R$ 49.296.268R$ 345,80
Pará925.135R$ 377.003.824R$ 407,52
Paraíba502.403R$ 205.681.340R$ 409,40
Pernambuco1.127.840R$ 420.952.068R$ 373,24
Piauí437.844R$ 186.586.528R$ 426,14
Paraná335.494R$ 111.677.552R$ 332,88
Rio de
Janeiro
818.580R$ 308.268.972R$ 376,58
Rio Grande
do Norte
339.308R$ 129.219.184R$ 380,84
Rondônia71.216R$ 22.233.020R$ 312,20
Roraima44.067R$ 19.503.112R$ 442,58
Rio Grande
do Sul
325.960R$ 114.263.026R$ 350,54
Santa Catarina106.298R$ 38.016.004R$ 357,64
Sergipe280.015R$ 96.683.774R$ 345,28
São Paulo1.378.331R$ 480.723.674R$ 348,78
Tocantins109.698R$ 42.321.002R$ 385,80
Total13.170.607R$ 5.051.492.014R$ 383,54

Os interessados em receber o Bolsa Família devem se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O registro pode ser feito nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou na gestão municipal do Bolsa Família e do Cadastro Único.

O programa atende às famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais; e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.