Oxente: Um projeto de gente que precisa de gente.

Tudo começou do desejo de Laiz Lima, que desde os seus 13 anos de idade, sonhava e buscava uma forma de ajudar pessoas desfavorecidas.

Com mais de dois anos de atuação o projeto “Oxente” vem tocando vidas, transformando realidades e construindo sonhos de moradores carentes de vários bairros de Salvador. Tudo começou do desejo de Laiz Lima, que desde os seus 13 anos de idade, sonhava e buscava uma forma de ajudar pessoas desfavorecidas.

Ainda criança, o espírito de solidariedade já começava a pulsar em Laiz. Com a chegada da maioridade e os desafios da vida adulta, a jovem se debruçava nos livros e dedicava horas e mais horas estudando para conseguir passar no vestibular de Odontologia, seu grande sonho. Após algumas tentativas sem êxito chegou o momento que conseguiu passar: ”Estudava e pedia a Deus para mim ajudar. Queria cursar Odontologia e trabalhar com as crianças, sempre me encantei, seria uma forma de ajudar o próximo e fazer o que gosto profissionalmente. Fiz uma promessa e passei!”, conta a fundadora do projeto. Já graduada em Odontologia, Laiz abriu o seu próprio consultório, e logo em seguida criou o projeto “Adote um Sorriso”, no qual dava oportunidades a crianças carentes a terem tratamento odontológico de forma totalmente gratuita.

O tempo mostrou para a jovem odontóloga, que o seu projeto era bom, mas ainda precisava de algo mais: “Não bastava cuidar apenas do estético, físico, precisava contemplar outras áreas das crianças, como: o emocional, o familiar, todo o contexto no qual se insere”, conta. Com o desejo de criar um projeto mais amplo, que abraçasse todas essas necessidades, criou o “Oxente, gente que precisa de gente”. O projeto tem como objetivo ajudar famílias carentes de uma forma diferenciada, através das redes sócias, fazendo doações de cestas básicas, promovendo ações sociais, doação de sangue, livros, remédios, promovendo a cultura e realizando sonhos. “O projeto surgiu também da parceria de vários amigos que contribuem de alguma forma. Tenho uma rede de amigos que vai de médicos, advogados, empresários dentre outros profissionais, que seguem as paginas do projeto e quando veem um apelo ajudam nessa comunhão que faz toda a transformação. Precisamos acreditar e acima de tudo sonhar e fazer a mudança, pois começa de cada um de nós, mesmo como um trabalho de sementinha… São as pequenas atitudes que sensibilizam outras ainda maiores. É importante também destacar que o nosso foco é promover ações durante todo o ano”, ressalta Laiz.

Vários bairros de Salvador são contemplados com ações durante todo o ano, no mês de dezembro, o bairro da Santa Cruz foi um dos locais escolhidos.  As crianças da Nova República tiveram oportunidade de desfrutar de um momento diferenciado, especial. O projeto viabilizou uma tarde lúdica na qual as crianças carentes da Comunidade tiveram a visita do Papai Noel e muitas brincadeiras. “Foi um momento especial, muito lindo, ver o brilho no olhar das crianças, ao brincarem, curtir e ganhar presentes. Muitos não têm essa oportunidade”, emocionado, comenta um voluntario do projeto.

No segundo dia de ação promovido pelo projeto as crianças da Federação foram beneficiadas com um dia especial. Um grupo de 30 crianças se deliciaram com um dia repleto de lazer e diversão em um condomínio no bairro de Lauro de Freitas, contando com: piscina, mine aulas de Capoeira, visita a casa do Papai Noel, presentes, lanches, almoços. A mãe comenta a participação dos seus dois filhos no evento: “Sou imensamente grata a Deus, primeiramente, pois nos proporcionar um anjo na minha vida e de todas as famílias, chamada Laiz Lima. Só ele pode retribuir tudo que ela faz e fez. Jamais meus filhos e outras crianças teriam essa oportunidade de lazer e diversão. A correria do dia a dia, a grana curta demais, são algumas das coisas que nos impossibilita de ofertar um momento deste. Meus filhos evoluíram bastante no aprendizado, graças as ações promovidas pelo projeto. A alegria dos meus filhos reflete em toda a minha família. Não tenho condição financeira para custear um momento de lazer. Faço “bicos” e o projeto sana esses problemas. A doutora é como uma segunda mãe, uma mãezona. Peço que Deus continue sempre a abençoar esse ser maravilhoso que é a Doutora Laiz”, diz emocionada.

“Sou cantor e tenho um filho pequeno. Quero que meu filho se orgulhe de um mundo diferente. Cabe a cada um de nós mesmos, com tantas atitudes negativas que o país enfrenta, mostrar e tentar plantar semente para um futuro melhor para os pequenos. Dei um jeito na minha agenda e dediquei esse tempo para alegrar ainda mais a vida das crianças e plantar uma semente de transformação vindo do amor”, pontua um dos pais presentes ao encontro. “Existe varias ações promovidas pelas redes do projeto. Existem aqueles que contribuem como doador mensal de um item da cesta básica. Adote um alimento e ajude pessoas que precisam. Pode ser pouco, mas para quem precisa e não tem o que comer é um feito grande. Aproveito o espaço para pedir para quem puder entrar nesta corrente do bem e ajudar. Vamos promover a transformação através da solidariedade, um pão com Deus é muito, ajudem!”, ressalta um dos voluntários do projeto.

Como participar do projeto

As pessoas devem procurar acessar através do Facebook, Twitter e Instragran a pagina do projeto: Projeto.Oxente ou através do Whatshaap no número (71)-99977-8136, conhecendo melhor a pagina tem ações e escolha a melhor na qual  se encaixe no seu perfil e contribua!

COMPARTILHAR