Na Alba, governador reafirma educação como prioridade de governo

Após saudar os presentes, Rui afirmou que "a correria continua.

Foto: Manu Dias/GOVBA

O governador Rui Costa participou, na tarde desta segunda-feira (4), da abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), em Salvador. Durante a sessão solene, o chefe do executivo realizou a leitura da mensagem anual, em que tratou da importância de manter a sintonia com a Casa, relembrou conquistas e listou os principais desafios para os próximos quatro anos.


Após saudar os presentes, Rui afirmou que “a correria continua. O caminho é olho no olho, verdade e seriedade. É não olhar em qual município estamos atuando e ter como maior preocupação o que realmente importa: governar para cuidar de gente”.


No discurso, o governador fez questão de ratificar a educação como grande prioridade do quadriênio. “Nosso foco será a aprendizagem e usaremos a nossa estrutura educacional para capacitar professores, diretores e coordenadores pedagógicos, mobilizar a comunidade e envolver as famílias para potencializar o ato de aprender”, disse. 


Rui destacou que “educação não é tarefa apenas dos gestores públicos. É algo que se constrói pela sociedade e pelas famílias. Portanto, faremos uma grande mobilização para colher, ao longo dos quatro anos, uma melhoria substancial nos indicadores educacionais na Bahia”.


Ainda sobre educação, ele ressaltou que “a fim de continuar melhorando a infraestrutura escolar, serão construídas 60 unidades escolares e entregues 600 quadras cobertas até 2022″ e que “uma estrutura física melhor possibilita que os estudantes tenham melhor desempenho”.

Relação com a Alba

Na ocasião, o governador também parabenizou o deputado Nelson Leal, escolhido para presidir a Alba, e os demais deputados e deputadas estaduais eleitos e reeleitos. O governador fez uma saudação especial à bancada feminina, que “se ampliou nessa legislatura, mostrando que a mulher vem ocupando os espaços que lhe são devidos em todas as instâncias da vida social”.


Em resposta, no encerramento da sessão, o presidente da Alba declarou que “o modelo de gestão da Assembleia será compartilhado entre todos os 63 deputados” e que “o governador pode contar com a Casa, para que juntos possamos nos debruçar sobre os problemas vividos pelos baianos”. 

Êxitos


O primeiro mandato, iniciado em meio à uma grave crise econômica, política e institucional, bem como a concretização de grandes obras e programas estruturantes — em setores como infraestrutura viária, hídrica, logística e de mobilidade, segurança, agricultura familiar e saúde — não foram esquecidos por Rui na mensagem anual. Parte estratégica da gestão, os consórcios interfederativos também foram lembrados.


Outro fato destacado pelo governador foi o esforço para manter o equilíbrio fiscal das contas estaduais, assim como os novos ajustes na máquina pública, feitos no início do segundo mandato, para garantir que o Estado permaneça funcionando plenamente e com mais eficiência. “Essas ações permitiram e permitem que a Bahia continue, por exemplo, a pagar o salário dos servidores rigorosamente em dia”.


Rui comentou ainda que “mais importante que inaugurar, é deixar um legado formado por ações que verdadeiramente mudam a vida das pessoas e modernizam o nosso estado”. Também participaram do evento o vice-governador João Leão, todo o secretariado estadual e diversas autoridades.

Repórter: Renata Preza

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.