Muro que desabou em Amaralina é de antiga escola da rede estadual; imóvel pertence ao Estado

Na manhã desta terça-feira (26), como consequência das fortes chuvas que assolam a capital, o muro de um imóvel, situado na orla de Amaralina, acabou desabando e por pouco não causa um acidente de grandes proporções. 

O detalhe é que nesse imóvel funcionava até pouco tempo a Escola Estadual Cupertino de Lacerda. A unidade funcionou no local por mais de cinquenta anos e foi desativada pela Secretaria de Educação da Bahia no final do ano letivo de 2018. Na ocasião a medida foi alvo de diversos protestos por parte da população. A Cupertino de Lacerda abrigava cerca de 500 alunos, em sua maioria oriundos do Nordeste de Amaralina e região.

Foto reprodução

A reportagem do Bahia Sem Fronteiras entrou em contato com assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Educação que confirmou que “o imóvel pertence ao Estado e está à disposição da Administração Pública para abrigar outro órgão”.

“Devido à forte chuva, um muro desabou, mas não houve feridos. A área está sendo isolada para realização da manutenção necessária. A unidade escolar já havia sido desativada e os mobiliários e acervo retirados”, explicou a SEC em nota enviada ao BSF.

Matéria do Site Bahia Sem Fronteiras

COMPARTILHAR
Tiago Queiroz
Graduado em Comunicação/Jornalismo, e exerce as funções de Editor e Coordenador de Jornalismo do Portal NORDESTeuSOU