Mostra de comunicação e arte revela como jovens de Salvador desafiam estatísticas e constroem novas histórias de vida

Por meio do acesso a conhecimentos nas áreas de direitos, identidade e comunicação, jovens do Programa Corra pro Abraço rompem estigmas e traçam caminhos de enfrentamento a contextos de vulnerabilidade social. A primeira turma encerra o ciclo de formações com mostras de comunicação, realizadas entre 17 e 19/07. Durante a Mostra, será lançado o 1º Prêmio Culturas Juvenis da Bahia.

Foto Reprodução

Nos municípios brasileiros que abrigam os maiores índices de homicídio do país, 53% das vítimas são jovens. Destas, 71% são negras e 73% não possuem o ensino fundamental. Os dados, de 2016, foram sistematizados pelo pesquisador Daniel Cerqueira, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Na contramão destes números, jovens moradoras/es de bairros periféricos de Salvador constroem novas narrativas de vida.

Essas histórias serão contadas através de peças de comunicação e produtos artísticos na Mostra de Comunicação do Programa Corra pro Abraço, que acontece entre 17 e 19 de julho, nas comunidades do Boqueirão/Nordeste de Amaralina, Beiru/Tancredo Neves, Fazenda Coutos e Plataforma. Em Salvador, a iniciativa da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado da Bahia é desenvolvida pela CIPÓ – Comunicação Interativa nestes quatro territórios citados. O evento, que fecha o ciclo de formação da primeira turma de jovens da iniciativa, será composto por exposições de fotografias, vídeos, produtos de áudio e peças de design gráfico produzido pelos participantes.

Participaram da construção das peças jovens como Jeferson Carvalho, 20 anos, residente no bairro do Beiru, em Salvador. Cadeirante, quando ingressou no Programa, Jeferson não possuía nenhum documento de identificação. Não conhecia seus direitos e, portanto, não acessava os serviços da rede de atenção. Com o suporte da equipe de educadoras/es do Corra pro Abraço, conseguiu uma cadeira de rodas e agora aguarda a disponibilização do equipamento motorizado. As oficinas de comunicação despertaram o interesse do jovem pela referida área. Hoje, Jefferson cursa Cinema/Audiovisual em uma universidade particular de Salvador, onde conseguiu bolsa. Os planos para o futuro não param: “Estou fazendo sessões de fisioterapia. A possibilidade de andar amplia ainda mais meus horizontes”, conta entusiasmado.

Além de Jeferson, outras/os jovens vem construindo histórias que contrariam as sentenças ditadas pelos dados oficiais. Também participante do Corra pro Abraço, Gabriel Duarte, 22 anos, morador de Fazenda Coutos, destaca o universo de possibilidades que se abriu para ele. “Passei a entender que a identidade não se resume a um simples documento. Conheci quem eu realmente sou. Passei a refletir sobre o meu lugar na sociedade, sobre meus direitos e deveres”. Gabriel destaca ainda a importância do enfrentamento aos estigmas atribuídos a jovens de bairros periféricos. “Hoje tenho a noção de que o jovem não é só o que a mídia retrata. Não somos marginais. A juventude é a mudança do mundo”, finaliza Gabriel, que também tem interesse pelos estudos na área audiovisual.

 Programação da Mostra de Comunicação

No dia 17/07 (terça-feira), das 15h às 17h, a comunidade do Boqueirão, no Nordeste de Amaralina, participa da Mostra de Áudio “Caráter de Viver”. O conhecido “carro do ovo” circulará pelas ruas do território, reproduzindo em seu autofalante áudios sobre problemas das comunidades e alternativas para enfrentá-los. O carro partirá às 15h, da Associação Nova República (Av. Nova República, s/n, ao lado da Cooperativa Canore).

A quarta-feira (18/07) será marcada por mostras em dois territórios: Plataforma e Beiru-Tancredo Neves. A partir das 14h, moradores do Beiru poderão conferir a Mostra de Design “Sente a Cor”, que traduz por meio de cartazes os diversos olhares de jovens sobre a comunidade onde vivem e suas identidades. A exposição acontece na Associação Arenoso Buscando o Futuro (Rua Luís Gomes, nº 19, Arenoso, Beiru).

Neste mesmo dia (18), das 15h às 16h, a população de Plataforma participará da Mostra de Vídeos “Pegadas no Asfalto” e “Coisas que nos Definem”. As produções das/os jovens serão exibidas na Associação de Moradores de Plataforma (AMPLA), situada na Praça São Braz, s/n, Plataforma.

Para finalizar o ciclo de mostras, acontece no dia 19/07 (quinta-feira), em Fazenda Coutos, a Exposição Fotográfica a céu aberto “Além do que se Vê”. A mostra acontece das 14h às 17h, em muros e fachadas da Alameda Marquês de Leão. Produzidas pelas/os jovens, as fotografias retratam o cotidiano da população, revelando identidades e desmistificando estigmas acerca da comunidade.

Prêmio Culturas Juvenis 2018

Outra iniciativa de fomento ao desenvolvimento juvenil das periferias que será lançada junto à mostra é o Prêmio Culturas Juvenis. A partir do dia 17 de julho (terça-feira), grupos de jovens que contribuem para o fortalecimento da cultura poderão se inscrever na 1ª edição do Prêmio,que pretende reconhecer a atuação de coletivos formados por jovens de quatro territórios de Salvador: Nordeste de Amaralina, Beiru-Tancredo Neves, Plataforma e Fazenda Coutos, bairros de atuação do Programa Corra pro Abraço.

Serão premiados projetos que contribuem para a valorização das expressões culturais da periferia. O edital estará disponível no sitewww.cipo.or.br e as inscrições podem ser realizadas, no mesmo site, até o dia 08 de agosto de 2018.


SERVIÇO:

O quê? Mostra de Áudio Itinerante “Caráter de Viver”.

Quando? 17/07/18 (terça-feira), das 15h às 17h.

Onde? Saída da Associação Nova República (Av. Nova República, s/n, ao lado da Cooperativa Canore).

  

O quê? Mostra de Design “Sente a Cor”.

Quando? 18/07/18 (quarta-feira), às 14h.

Onde? Associação Arenoso Buscando o Futuro (Rua Luís Gomes, nº 19, Arenoso, Beiru).

 O quê? Mostra de Vídeos “Pegadas no Asfalto” e “Coisas que nos Definem”.

Quando? 18/07/18 (quarta-feira), das 15h às 16h.

Onde? Associação de Moradores de Plataforma – AMPLA (Praça São Braz, s/n, Plataforma).

 

O quê? Exposição Fotográfica a céu aberto “Além do que se Vê”.

Quando? 19/07/18 (quinta-feira), das 14h às 17h.

Onde? Alameda Marquês de Leão, Fazenda Coutos.

O quê? Prêmio Culturas Juvenis 2018.

Quando? Inscrições abertas de 17/07 a 08/08/18.

Onde se inscrever? Site www.cipo.org.br

MAIS INFORMAÇÕES:

– Milena Oliveira

Comunicadora | CIPÓ – Comunicação Interativa

Tel.: (71 3503-4477 / 98803-9883 / 99128-4423)

COMPARTILHAR
Publicitário, Ativista Social e Fundador do Portal NORDESTeuSOU.