LGBTs: Número de denúncias de homicídios cresceram 500% na Bahia, diz pesquisa

Dados foram divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública

A defiant fist is raised at a vigil for the worst mass shooing in United States history on June 13, 2016 in Los Angeles, United States. A gunman killed 49 people and wounded 53 others at a gay nightclub in Orlando, Florida early yesterday morning before suspect Omar Mateen also died on-scene. (David McNew/Getty Images)

Entre os anos de 2012 e 2017, o número de denúncias de homicídios contra LGBTs teve um crescimento de 500% no estado da Bahia. Os dados foram divulgados na quarta-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

A pesquisa leva em consideração ligações feitas para o Disque 100, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). O maior crescimento ocorreu no último ano do levantamento dos dados, quando as denúncias dobraram, já que, no ano de 2016, havia apenas 7 casos registrados.

Em todo o país, o crescimento foi de 127% entre 2016 e 2017, no qual o número de denúncias passou de 85 para 193. No ano de 2011, tinham apenas 5 casos.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.