Jovens de bairros periféricos de Salvador promovem mostras de comunicação em suas comunidades

Vídeo, fotografias, fanzines e produções em áudio compõem a série de exposições, que levam às comunidades de Plataforma, Fazenda Coutos, Boqueirão e Beiru-Tancredo Neves o debate sobre assuntos polêmicos como discriminação racial, aborto, diversidade e uso de álcool e outras drogas.

Direitos da infância, adolescência e juventude abordados sob o olhar atento de jovens moradoras/es de áreas periféricas de Salvador. Esta é a tônica das mostras abertas ao público entre os dias 09 e 10 de outubro, nos bairros de Plataforma, Fazenda Coutos, Boqueirão (Nordeste de Amaralina) e Beiru-Tancredo Neves, em Salvador. Vídeo, fotografias, produções de áudio e fanzines compõem as exposições, que são resultados do processo formativo de jovens realizado pela CIPÓ – Comunicação Interativa.

A primeira mostra acontece no dia 09 de outubro (terça-feira), com aexposição fotográfica “Olhar Jovem”. A intervenção artística será realizada das 14h às 17h, na Associação de Moradores de Plataforma – AMPLA (Praça São Braz, nº 14, Plataforma). As garotas e os garotos utilizarão a técnica do lambe (colagem em paredes) para expor suas fotografias. Os produtos são resultados de uma investigação fotográfica feita pela turma sobre temas ligados ao Estatuto da Juventude e ao Estatuto da Criança e do Adolescente.

Também no dia 09 de outubro, a comunidade do Boqueirão, na Região do Nordeste de Amaralina, vai conferir o vídeo “O Tempo Não Para”. A sessão acontece às 18h, na quadra em frente à Associação Nova República (Av. Nova República, s/n, ao lado da Cooperativa Canore). Produzido pelas/os jovens deste território, o curta-metragem conta a história de Jackson, personagem que recorda e sente saudades do tempo em que era criança. “Produzir este vídeo foi importante para mim, porque aprendi coisas novas, que eu tinha interesse e curiosidade em saber. Acho que esse conhecimento pode agregar muito ao meu futuro”, conta o jovem Lucas Oliveira, 16 anos, participante da formação.

“Os Jovens, a Comunicação e seus Direitos” é o tema da mostra de design que acontece no dia 10 de outubro (quarta-feira), das 14h às 17h, no final de linha de Fazenda Coutos. Os fanzines, produzidos pelas/os jovens moradoras/es do bairro, abordam artigos do Estatuto da Juventude com uma linguagem simples e acessível.

A série de exposições se encerra com a mostra de áudio “Política Jovem”, realizada também na quarta-feira (10/10), das 14h às 17h, naBiblioteca Zeferina Beiru (R. Gilberto Bastos, s/n, Arenoso, Beiru). Assuntos como uso de álcool e outras drogas, planejamento familiar, aborto e evasão escolar serão levados à comunidade por meio de áudios. Além de ouvir as gravações, as/os visitantes poderão interagir com a mostra, apontando soluções para os problemas narrados. “A ideia é propor ao público o exercício da participação política, mostrando que a democracia vai muito além do direito ao voto”, explica Paulo Copioba, educador da CIPÓ – Comunicação Interativa.

SERVIÇO:

O que? Mostra fotográfica “Olhar Jovem”.

Quando? 09 de outubro de 2018 (terça-feira), das 14h às 17h.

Onde? Associação de Moradores de Plataforma – AMPLA (Praça São Braz, 14, Plataforma).

O que? Mostra de vídeo “O Tempo Não Para”.

Quando? 09 de outubro de 2018 (terça-feira), às 18h.

Onde? Quadra em frente à Associação Nova República (Av. Nova República, s/n, ao lado da Cooperativa Canore).

O que? Mostra de design “Os Jovens, a Comunicação e seus Direitos”.

Quando? 10 de outubro de 2018 (quarta-feira), das 14h às 17h.

Onde? Final de linha de Fazenda Coutos.

O que? Mostra de áudio “Política Jovem”.

Quando? 10 de outubro de 2018 (quarta-feira), das 14h às 17h.

Onde? Biblioteca Zeferina Beiru (Rua Gilberto Bastos, s/n, Arenoso, Beiru – próximo ao Colégio Estadual Norma Ribeiro).

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.