Jovem moradora do Nordeste de Amaralina lança seu primeiro clipe musical: ?VAMOS FECHAR??.

Deyse Mara Oliveira da Silva ou Deyse, como mais é conhecida , acaba de lançar seu primeiro clip e promete revolucionar o cenário musical. Deyse ambiciona se tornar a primeira cantora negra, pop, teen e oriuda das favelas de Salvador, mais especificamente, do Nordeste de Amaralina.

Em conversa com nossa equipe Deyse conta sua relação com o cenário musical e comenta a expectativa para o lançamento do single ? Vamos Fechar??:

?Frequentei uma igreja evangélica com minha avó. Lá foi onde comecei a cantar como levita, mas não tinha pretensão de ser cantora na época. Aos 7 anos iniciei no Ballet, acabei gostando e me apaixonando por música e dança ?de tudo?. Nunca fui de me limitar a uma só estilo de dança. Com o passar dos anos, na escola convencional ,entre amigos, comecei a escutar música POP e participei de vários grupos de fandoms. Logo, comecei a procurar festas, em salvador, voltadas para esse estilo musical. Foi quando encontrei a Festa Império, onde comecei  como cliente, virei promoter realizando divulgação e venda de ingressos. Acabei me destacando nas vedas e me tornei Dj da festa.  Por conta do gosto que eu havia tomado por ser DJ,  participei de oficinas e cursos para mim aperfeiçoar, dentre eles, sonorização e sonoplastia na PRACATUM. Logo, me vi tocando em vários lugares na Cidade do Salvador, mas acabei parando por nem sempre conseguir um cachê digno e também porque precisava estudar, estava no último ano do ensino médio e queria muito passar no Enem, feito que realizei com sucesso e ainda passei no curso técnico de dança da FUNCEB. O mercado musical para DJs em Salvador é um pouco complicado, ainda mais para mulher, mas preferi não pensar nisso. Fiz meus cursos, treinei em casa, pois tinha acesso a uma CDJ e comecei ?vender meu show?. Toquei em casas de eventos voltados para o público jovem. Sempre procurei ser eclética foi aí que ganhei destaque, pois muitos DJs, normalmente, só tocam um estilo musical. Toquei em aberturas de shows para a MC Carol, Mulher Pepita, Lia Clarck e participei de uma festa universitária para estudantes de outros campus Federais do Brasil que foi realizado na UFBA.

Nem me passava pela cabeça ser cantora e não aconteceu durante uma brincadeira em uma roda de amigos rsrsrs(risos),foi meu namorado que me viu cantando algumas músicas POP e me perguntou se eu já tinha cantado alguma vez. Ele me disse que eu ?levava jeito? e aí me perguntou se eu não queria tentar. Aceitei, entrei em um curso de canto e decidimos gravar uma musica o single ?VAMOS FECHAR?? no qual pensamos em lançar junto com um videoclipe.

As minhas referencias são cantoras e cantores negro(as) do pop nacional e internacional, como , Nicki Minaj, Rihanna , Beyoncé, Glória Groove, Ludmilla, Iza, Rico Dalasam , entre outros. Deu muito para montar o clip… Tenho curso de dança pela manhã,  de tarde tenho treino de voz e ensaio as coreografias das músicas para o show, e ainda faço faculdade a noite. Logo, toda questão executiva ficou por parte do meu namorado, eu participei mais com as ideias e referências. Como não tínhamos dinheiro para investir em algo muito profissional, procuramos parceiros para gravarem o videoclipe, mas tomamos bolo, fomos ignorados por muitos profissionais da área e decidimos ?meter a mão no bolso?. Comecei a vender brigadeiro no curso da faculdade, ele juntou algumas finanças e começou a fazer orçamentos para encontrar o mais barato em relação a custo x benefício. A intenção era a gente conseguir custear com as nossas próprias economias.  A principio seria em uma boate, por conta da letra da música, mas depois mudamos o roteiro, pois queríamos algo fora do ?padrão?. Feito isso, pesquisamos locais e encontramos o bairro do Candeal, com as casas e escadas coloridas. Ficou perfeita a sintonia das cores com o enredo do clipe. O clipe vem com a proposta através da letra, mostrar que a mulher pode sair com as amigas, dançar como quiser e paquerar à vontade, sem a necessidade de seguir um padrão de beleza. Além disso, convidamos as ?bixas? do coletivo AFROBAPHO para dançarem, pois queríamos dar a voz e vez para os profissionais da dança que não fazem parte do padrão imposto pela mídia.

Esperamos que se torne viral, que possamos realizar shows em todo o Brasil através da sua repercussão, pois foi feito com muito amor e carinho. Eu, me sinto muito feliz e realizada, espero que o público abrace a primeira cantora pop, teen, negra, oriunda das favelas de Salvador, mais especificamente, do Nordeste de Amaralina?.

O teaser do clipe foi divulgado há alguns dias atrás do YouTube e já viralizou, o clipe oficial será lançado no dia 05 de Janeiro às 16 horas. A equipe do NES deseja muito sucesso para a ex-repórter do site, talentosa e empoderada Deyse . Talento no  qual já demostrava  na equipe de jornalismo do site.

COMPARTILHAR
Luis Lago
Amante da Literatura, apaixonado pelas Letras. Discente de Letras Vernáculas e Língua Inglesa, poeta, escritor , blogueiro, professor e Repórter do site NES.