Pelourinho tem decoração junina com o tema Respeita as Mina

(Foto: Vinicius Calheira)

O tema do São João da Bahia este ano é ‘Respeita as Mina’. Por isso, a figura forte da mulher nordestina está presente em toda a decoração do Pelourinho. O clima junino já se instalou no Cruzeiro de São Francisco, Terreiro de Jesus, nos largos do Pelourinho, Tereza Batista, Quincas Berro D´Água e Pedro Arcanjo, onde permanece até o final do mês. Todas as ruas são cuidadosamente decoradas, criando o cenário ideal para a festa. O São João da Bahia é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa).


Este ano, uma das mais importantes festas nordestinas pede que o respeito às mulheres também vire tradição. A decoração foi espalhada pelos 780 mil metros quadrados do Pelourinho, com mais de 35 mil metros de bandeirolas distribuídas entre ruas e largos, um balão de sete metros, 20 de quatro metros e 40 de três, além de 40 luminárias de três metros e 200 metros de gambiarras de luminárias.

Concebido pela artista Telma Calheira, o projeto artístico é inspirado na diversidade feminina do Nordeste, inserida no contexto da maior festa popular da região: o São João. “Resgatamos elementos da nossa cultura, como dança da fita, a arte dos fuxicos, a beleza das rendas, a poesia dos balões, o colorido das bandeirolas e as vestimentas tradicionais”, explica a artista. “Toda decoração foi planejada no sentido de não provocar danos ao patrimônio público”. 

No Cruzeiro de São Francisco, um portal de entrada de 6m x 7m dá boas vindas aos turistas e baianos que forem curtir a festa. Cinco bonecas de 3,5m, sendo uma cangaceira, uma noiva caipira, uma retirante, uma forrozeira caipira e uma forrozeira vaqueira valorizam a luta das mulheres do Nordeste. Arcos de fuxico formam um túnel ligado a gambiarras coloridas. O espaço conta ainda com bustos femininos em resina de 1,60m x 1,10m.

No Largo do Cruzeiro de São Francisco fica a tradicional ‘casa de reboco’ com elementos característicos de um ‘arraiá’ tradicional.
O Terreiro de Jesus terá dois portais de entrada de 6m x 5m, cinco bustos femininos, bandeirolas plásticas coloridas, um poste com dez metros de altura no centro da praça, 12 postes de oito metros e balões coloridos. Nas ruas, 20 luminárias forradas em tecido de chitão, acabamentos com fitas e flores de fuxico.

O Largo do Pelourinho, onde nomes como Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença irão se apresentar, terá dois portais de entrada, assim como no Terreiro de Jesus, de 6 x 5 metros, um balão central de 5m x 3m, quatro gambiarras de luminárias cilíndricas, forradas em tecido de chitão, acabamentos com fitas e flores de fuxico e balões. “Teremos um arraiá de bandeirolas plásticas coloridas”, acrescenta Telma. 


Ao mesmo tempo em que homenageia as tradições do Nordeste, o tema da festa junina de 2019 conclama a todos para que respeitem as mulheres em seus direitos. A assinatura recebe a marca ‘Respeita as Mina’, uma ação do Governo do Estado para o enfrentamento à violência contra a mulher. A campanha também inclui peças para a divulgação de shows no Pelourinho e Paripe e pode ser vista em comercial de televisão, jingle e peças das redes sociais.


Programação 
No dia 21, o palco do Largo do Pelourinho receberá show da Orquestra Popular da Bahia, Jeanne Lima, Elba Ramalho, Mariene de Castro e Márcia Short. No dia 22, Carlos Pita, Enok Virgulino, Alceu Valença, Flor Serena e Rosy e Banda. No domingo (23) tem Fulô de Mandacaru, Estakazero, Zelito Bezerra, Geraldo Azevedo e Genard. Do dia 20 a 24 tem programação nos largos Tereza Batista, Quincas Berro d´Água e Pedro Arcanjo.
Em Paripe, no dia 22, tocam Parangolé (no esquente para o jogo do Brasil x Peru), Anna Catarina e Swing do Luh. No dia 23, apresentam-se Dinho Santos, Solange Almeida, Simone e Simaria e Forró Didaindoido.


COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.