Em nova tentativa de pôr fim à greve de caminhoneiros, Temer anuncia redução de R$ 0,46 no litro do diesel por 60 dias

Medida foi anunciada após nova reunião em Brasília com representantes do movimento. Temer anunciou ainda MP para isentar de pedágio eixos suspensos em entradas federais e estaduais.

presidente da República, Michel Temer, fez na noite deste domingo (27) um pronunciamento na TV para anunciar a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel por 60 dias.

De acordo com o presidente, a partir daí, o diesel terá apenas reajustes mensais, decisão que visa dar “previsibilidade” aos motoristas.

Temer também anunciou que vai editar uma medida provisória isentando de pagamento de pedágio os eixos suspensos de caminhões vazios. A medida, de acordo com ele, vale para rodovias federais e estaduais.

O anúncio deste domingo é mais uma tentativa do governo de pôr fim à paralisação de caminhoneiros que entrou no sétimo dia e provocou uma crise de desabastecimento de combustíveis e alimentos em todo o país.

O governo atende a algumas das exigências de um grupo de caminhoneiros autônomos que não tinha aceitado acordo divulgado na quinta (24) e foi chamado para nova reunião neste domingo no Palácio do Planalto.

Naquele dia, o governo e partes das entidades da categoria apresentaram uma proposta de acordo para suspender a paralisação por 15 dias.

No entanto, ao contrário das expectativas, os caminhoneiros não deixaram as rodovias. Diante disso, Temer autorizou o uso das Forças Armadas para desbloquear as estradas e editou um decreto permitindo ao governo assumir o controle de caminhões.

Por G1

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.