Estudantes ocupam Colégio Estadual Odorico Tavares em Salvador

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou hoje o requerimento de urgência do projeto da venda da área em que fica o colégio e o seu fechamento

Estudantes entraram hoje (21) na parte interna do Colégio Estadual Odorico Tavares, no Corredor da Vitória, em Salvador, e ocuparam o imóvel, de acordo o BNews. A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou hoje o requerimento de urgência do projeto da venda da área em que fica o colégio e o seu fechamento. 

Os estudantes afirmaram que não vão desocupar o colégio até que o governo desista do fechamento da unidade de ensino, em carta aberta a Associação de Grêmios e Estudantes de Salvador e a União Estadual dos Estudantes apoiam o movimento.

CARTA ABERTA – OCUPAÇÃO DO COLÉGIO ESTADUAL ODORICO TAVARES

OCUPAR E RESISTIR

Nós, estudantes secundaristas de toda rede estadual de ensino, após longas rodadas de debates e avaliações resolvemos e encaminhamos uma ação em resposta ás ações autoritárias de fechamento dos colégios, sem dialogo, bem como a estratégia de sucateamento adotada pelo Ilustríssimo Senhor Governador Rui Costa e do seu Secretário Estadual de Educação Jerônimo Rodrigues.

Através dos espaços de construção e organização da AGES – Associação de Grêmios e Estudantes de Salvador e da União Estadual dos Estudantes – UEES BAHIA, bem como acompanhados por membros da Direção Nacional da UBES (Debora Nepomuceno – Vice Presidenta e Vinicius Calmon – Diretor) chegamos ao entendimento que só ocupando fisicamente com nossos corpos, e politicamente com nossas ideias e bandeiras o principal caso de irresponsabilidade pública, que é o Colégio Estadual Odorico Tavares.

Pronto para ser entregue a especulação imobiliária, o Odorico é uma das instituições que arbitrariamente vem sendo sucateado e teve o aviso de fechamento entregue aos membros da sua comunidade acadêmica. Com um dos argumentos sendo o esvaziamento por dificuldade dos alunos de chegarem a escola, o fechamento configura na verdade um processo de higienização social e de impedimento da circulação de pessoas de classes sociais mais humildes pelas áreas nobres da cidade.

Estamos em estado de ocupação também no Colégio Estadual Maria José Lima Silveira na cidade de Jequié no bairro Jequiezinho. Compreendemos que o papel na luta e na construção de uma educação pública, de qualidade e acessível não se findará com êxito fechando escolas e cerceando o direito de acesso à cidade.

Nossa ocupação é pacífica, política e social, e exigimos que se inicie imediatamente uma mesa de negociação com responsáveis da Secretária de Educação – SEC, para debatermos os fechamentos dos colégios, bem como a situação de toda rede estadual de ensino, que se encontra em sua maioria sucateada, abandonada e sem estrutura básica de funcionamento.

Saudações Estudantis
Associação de Grêmios e Estudantes de Salvador
União Estadual dos Estudantes

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.