Descaso em atendimento pode ter contribuído para morte de “Barata Show”

Barata morreu na madrugada desta quarta-feira (17).

Febre alta, dores no corpo e na cabeça. Sintomas de um simples resfriado, mas que na verdade escondia uma doença perigosa e letal: a leptospirose. Foi essa doença que vitimou fatalmente o coreógrafo, Cleidson Salustiano Francisco dos Santos, 37 anos, mais conhecido na comunidade do Nordeste de Amaralina, e em toda a Bahia, como “Barata Show”.

De acordo com apuração do jornal Correio, Barata chegou a procurar atendimento na UPA de Brotas mais de uma vez, em todas as ocasiões foi medicado e liberado. Os médicos suspeitaram de resfriado e até Chikungunya, mas absurdamente nenhum exame foi realizado para comprovar diagnóstico. Somente quando a doença evoluiu o exame foi feito e a  leptospirose foi diagnosticada. Transferido com urgência para o Couto Maia, logo foi sinalizado que a doença já havia desenvolvido uma insuficiência hepática aguda. Barata lutou ainda lutou durante cinco dias, mas acabou não resistindo. 

Atenção – De acordo com o portal do Ministério da Saúde, a leptospirose é uma doença infecciosa transmitida ao homem pela urina de roedores, principalmente por ocasião das enchentes. A doença é causada por uma bactéria chamada Leptospira, presente na urina de ratos e outros animais (bois, porcos, cavalos, cabras, ovelhas e cães também podem adoecer e, eventualmente, transmitir a leptospirose ao homem). Sua ocorrência está relacionada às precárias condições de infraestrutura sanitária e alta infestação de roedores infectados.

A Leptospirose é transmitida durante as enchentes, a urina dos ratos, presente nos esgotos e bueiros, mistura-se à enxurrada e à lama. Qualquer pessoa que tiver contato com a água ou lama pode infectar-se. As leptospiras penetram no corpo pela pele, principalmente por arranhões ou ferimentos, e também pela pele íntegra, imersa por longos períodos na água ou lama contaminada. O contato com esgotos, lagoas, rios e terrenos baldios também pode propiciar a infecção. Os principais sintomas são: febre; dor de cabeça; dores pelo corpo, principalmente nas panturrilhas.

O CORREIO tentou contato com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para confirmar as informações, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.