[Denúncia] Problemas com descarte de lixo tira tranquilidade dos moradores de importante rua da comunidade.

Há mais de 10 anos moradores são obrigados a conviver com o descarte de lixo de forma inapropriada nas portas das suas residências.

Na manhã da última quarta-feira (30) a equipe do NORDESTeuSOU  recebeu denúncias  por meio do Instagram,  de moradores que relatam o drama vivido por moradores da Rua Adelmario Pinheiro. O acúmulo de lixo tem tirado a paz dos moradores, que convivem há mais de dez anos, diariamente, com mal cheiro, infestação de ratos, baratas, moscas, entulho e animais mortos, nas suas residências.  “É uma situação insuportável, não podemos permanecer na varanda por conta do fedor. Nossa calçada está sendo quase tomada pelo lixo, quase diariamente tenho que está retirando o lixo com uma pá, ou pagar alguns catadores de recicláveis. Acontece regularmente a coleta, mas basta o caminhão vir pegar, jogam novamente”, explica Paulo, morador da região.

O transtorno se agrava ainda mais para a Odelita, 77 anos, que tem um filho com autismo e sofre com os danos causados pelo descaso. “Informá-lo acerca do meu sofrimento, que perdura há anos. Tenho 77 anos, sou genitora de um rapaz portador de paralisia cerebral e autismo. Meu filho ficou com a liberdade limitada, em relação à parte externa da casa. Isso porque, o mesmo tem o costume de sempre deitar no chão e andar descalço, fatores que o impedem de ter acesso à varanda, devido ao receio de meu filho ter contato com poeira contaminada, roedores, baratas, moscas e etc.  Além disso, existe outros pontos: o mal cheiro e danos à minha propriedade. Tal afirmação se deve ao fato, de que, o acúmulo de lixo na porta da minha casa têm contribuído para o afundamento da tampa de esgoto que fica localizado na calçada, encostado no muro da casa, justamente, onde se localiza o acúmulo de lixo. Por fim, não existe motivos para minha residência se tornar um mini aterro sanitário. Peço encarecidamente que Deus toque no coração de cada uma dessas pessoas, que vêm jogando lixo nesse local, pois, além de estarem poluindo um local indevido, estão fazendo uma família sofrer”, desabafa.

COMPARTILHAR
Luis Lago
Amante da Literatura, apaixonado pelas Letras. Discente de Letras Vernáculas e Língua Inglesa, poeta, escritor , blogueiro, professor e Repórter do site NES.