Mãe desabafa após o filho ser o paciente mais novo a falecer por coronavírus no Brasil

O rapaz tinha 26 anos e não resistiu à doença, ele deixou a família no último sábado, 21 de março, no Rio de Janeiro. No país já são mais de 2 mil infectados pelo covid-19 e 46 mortes

Um jovem de 26 anos faleceu no último sábado, 21 de março, no Rio de Janeiro após apresentar sintomas do novo coronavírus. Por não fazer parte do grupo de risco, a morte do músico deixou um alerta na cidade.

Segundo a mãe, o rapaz começou a apresentar os sintomas no dia 15 de março e foi orientado a ficar de quarentena em casa pelo hospital após ser medicado. Ela procurou por alguns laboratórios para fazer o teste de coronavírus, mas não conseguiu agendamento. “Acabei de cremar o corpo do meu caçula, um jovem saudável”, desabafou em entrevista à Época.

De acordo com a mãe, ele não apresentava doenças crônicas e estava com a saúde em dia. No dia 15 de março, o garoto acordou reclamando de mal-estar e falta de apetite. Mais tarde, apresentou febre de 38°C.  Por quatro dias, ele se medicou com analgésico em casa.

Vendo a persistência da doença, foi ao hospital, na zona norte do Rio de Janeiro, onde foi medicado, dado como suspeito e recomendado ao isolamento social. No sábado (21 de março), sua situação piorou. Voltou ao hospital, onde foi entubado e passou a respirar com ajuda de aparelhos. De acordo com a reportagem, a morte aconteceu após uma parada cardíaca.

O hospital disse à revista Época que “todos os esforços, humanos e tecnológicos, foram feitos para salvar a vida do paciente” e que o exame para a detecção do vírus foi realizado no último sábado. Eles ainda informaram que o caso foi dado como suspeito para coronavírus antes mesmo do resultado sair.

De acordo com o Ministério da Saúde, o protocolo de atendimento contra o coronavírus é testar somente os casos mais graves da doença. Os pacientes com sintomas leves são orientados a ir para casa e ficar em quarentena.

COMPARTILHAR
Redação NES
NORDESTeuSOU.com.br, o Portal do Nordeste de Amaralina que tem o Objetivo de desfazer o mito de que a comunidade do Nordeste de Amaralina é dominada pelo crime, divulgando ações de esporte, lazer e entretenimento dentro da comunidade bem como notícias externas que direta ou indiretamente.